Foto: Assessoria
Viatura da Polícia Civil

A Polícia Civil localizou e ouviu o empresário que gravou um áudio compartilhado nos grupos do whatsapp “sugerindo um tiro no governador Renan Filho”, na tarde deste sábado (18). No depoimento, o empresário disse que estava com a cabeça quente. 

No depoimento, o empresário confirmou que o áudio foi realmente gravado por ele, mas se desmentiu do gravado, justificando que estava de cabeça quente e afirmando não pretender atentar de forma alguma contra a vida do governador.

Na segunda-feira, após os procedimentos de praxe, a Polícia Civil encaminhará o inquérito policial ao Poder Judiciário. O caso está sendo investigado como crime de ameaça.