Foto: Arquivo Pessoal Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Maria Helena

Manter o equilíbrio da saúde física e mental tem sido um desafio para as pessoas que  estão em isolamento social, visando evitar a propagação do novo coronavírus em Alagoas. Uma dessas pessoas é a aposentada Maria  Helena de Andrade, 72 anos, que viu sua rotina mudar completamente desde que o isolamento foi determinado pelas autoridades sanitárias no estado.

Maria Helena tinha um dia a dia bastante agitado com a prática de exercício físicos, saída com amigos e até mesmo os seus familiares. “Eu fazia três dias de fisioterapia e mais de três dias de musculação e agora estou em casa durante todos esses dias. A minha rotina ficou diferente demais, mas estou tentando manter alguns exercícios para fazer de conta de que estou na academia”, relatou ela.

Mesmo com essa mudança repentina, a aposentada salienta que é importante manter a consciência da necessidade do isolamento social. “Tenho 72 anos bem vividos e não quero morrer agora. As vezes é muito difícil ficar em casa sozinha sem poder a abraçar minha filha, mas estou evitando tudo e tentando adaptar algumas coisas em casa mesmo para não ficar tão sedentária”, acrescentou Maria.

A fisioterapeuta Flávia Cavalcanti explica que os idosos e, até mesmo as outras pessoas da família, podem criar uma rotina de exercício dentro de casa para ajudar nos dias de confinamento. “São exercícios simples com o uso de objetos que você tem em casa. Mas vale lembrar que as pessoas que tem algum tipo de limitação deve procurar um profissional, por meio online mesmo, para orientar qual o melhor procedimento”, colocou a especialista.

Ela orienta ainda que, durante a execução dos exercícios, a pessoa procure manter o ritmo da respiração e para imediatamente se apresentar algum sintoma de tontura, dor de cabeça, febre ou pressão alta.

Confira as dicas de exercícios

1 - Com o auxílio de uma cadeira, o paciente deve sentar e realizar a flexão da perna e extensão do joelho, alternando as pernas. O mesmo procedimento pode ser repetido de 10 a 15 vezes em cada perna.

2 – Para melhorar a circulação, a pessoa deve ficar em pé e com o auxilio da ponta dos pés subir o corpo e voltar e apoiar os calcanhares. O mesmo procedimento pode ser repetido de 10 a 15 vezes.

3 – Com o corpo deitado e a perna estendida, a pessoa deve levá-la para trás e voltar. O mesmo procedimento pode ser repetido de 10 a 15 vezes em cada perna.

4 – Neste exercício, a pessoa pode executar a macha parada. Deve elevar um joelho contar até 10 e depois repetir o mesmo procedimento com o outro. Esse mesmo ritmo pode ser repetido 5 vezes em cada joelho.