As ruas da cidade de Maceió continuam sendo fiscalizadas pela Força Tarefa Integrada entre órgãos estaduais e municipais. Nesse sábado (28), o disque-denúncia recebeu 33 chamadas, dentre elas, a de uma lanchonete  funcionamento dentro de uma empresa, provocando a aglomeração de pessoas. O estabelecimento foi parcialmente fechado e os lanches que estavam sendo vendidods foram descartados pela Vigilância Sanitária, por manipulação inadequada, aleém de causarem riscos de contaminação em quem consumisse.

Os responsáveis tambem foram orientados que os alimentos para os funcionários devem ser acondicionados separadamente.

Foi oitavo dia de trabalho das equipes que todos os dias, das 8h às 22h, percorrem os bairros da capital alagoana em rondas e atendimento a denúncias de desobediência aos decretos do governo do Estado e da Prefeitura, seguindo as recomendações da Organização Mundialda Saúde (OMS).

“Esta ação é preventiva, pois a orientação das autoridades de saúde é de que esse isolamento social é crucial neste período para diminuir a transmissão dessa doença que tem afetado o mundo inteiro. Essa conscientização é importante por parte de toda a população. Quem puder, fique em casa”, orienta o secretário-adjunto de Segurança Comunitária e Convívio Social, Dogival Ferreira.

A Força Tarefa Integrada é composta pela Secretaria Municipal de Segurança Comunitária e Convívio Social (Semscs) – com a Fiscalização de Posturas e a Guarda Municipal –, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) – com a Vigilância Sanitária –, e a Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT). Além da Polícia Militar de Alagoas e do Corpo de Bombeiros.

Resultados do dia

Outras denúncias que foram recebidas eram sobre lojas abertas em diversos pontos, além de bares, depósito de bebidas, banca de revista, barbearia e carrinhos de lanche, além da realização jogo de futebol e de culto religioso, também com aglomeração de pessoas. Logo após as devidas orientações dos fiscais, os responsáveis se retiraram.

As regiões vistoriadas pelas rondas foram: Bom Parto, Pinheiro, Pitanguinha, Farol, Avenida Rotary, Gruta de Lourdes, Bebedouro, Chã da Jaqueira, Jacintinho, Feitosa, Barro Duro, Cambuci, Salvador Lyra, orla lagunar e marítima. Foram fechados quatro estabelecimentos por desobediência aos decretos.

Denúncia

Os números de telefones para denúncias de descumprimento dos decretos são:

– 3312- 5277 (disque-denúncia da Semscs) – das 8h às 22h, diariamente, inclusive feriados e finais de semana

– 190 (Polícia Militar)

– 181 (Secretaria de Segurança Pública)

*com Secom / Maceió