Foto: Arquivo / Agência Brasil Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Produção Industrial

Dentre as atividades que poderão manter o funcionamento durante o vigor do novo decreto emergencial, que estabelece o isolamento social por mais oito dias, estão as indústrias em todo o estado. O pedido havia sido feito pela Federação das Indústrias do Estado de Alagoas (Fiea) para que o setor não fosse incluído caso o decreto fosse renovado.

Também poderão funcionar: os órgãos de imprensa e meios de comunicação e telecomunicação em geral; serviço de call center; os estabelecimentos médicos e odontológicos para serviços de emergência, hospitalares, laboratórios de análises clínicas, farmacêuticos, psicológicos, clínicas de fisioterapia e de vacinação; distribuidoras e revendedoras de água e gás; distribuidores de energia elétrica;  serviços de telecomunicações; segurança privada;  postos de combustíveis; funerárias; estabelecimentos bancários e lotéricas; clínicas veterinárias e lojas de produtos para animais; lojas de material de construção e prevenção de incêndio para aquisição de produtos necessários à execução de serviços urgentes, por meio de entrega em domicílio e/ou como ponto de coleta; m lavanderias e oficinas mecânicas.

O presidente da entidade, José Carlos Lyra, havia afirmado que vinha em constante negociação com os secretários das áreas econômica do governo estadual, para assegurar que caso haja necessidade de renovação do decreto, as indústrias não voltem a ser incluídas.

O empresário ressalta que as empresas em atividade estão adotando todas as providências de modo a assegurar que seus trabalhadores tenham todas as condições para se preservarem, evitando risco de contaminação e propagação do coronavírus.