Foto: Pedro H. Santos Ascom Semscs Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Fiscalização segue para conter a Covid 19.

Em seu sexto dia de fiscalização nas ruas da capital alagoana, a Força-tarefa Integrada seguiu com os trabalhos para diminuir o fluxo de pessoas nas ruas como medida de prevenção ao coronavírus nessa quinta-feira (26). A equipe trabalha com o objetivo de cumprir com os decretos estaduais e municipais, seguindo as recomendações para prevenir e combater ainda mais a propagação do Covid-19, de acrodo com as orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS). Entre essas medidas está o fechamento de diversos estabelecimentos comerciais. Os serviços essenciais continuam sendo ofertados.

Resultados do dia

Foram 57 chamados recebidos pelo Disque-denúncia. As devidas providências foram tomadas nos locais onde a irregularidade foi constatada. Porém, ao chegar, a fiscalização verificou que algumas das denúncias não se confirmaram.

As regiões averiguadas foram a orla marítima, Barro Duro, Benedito Bentes 1 e 2, Conjunto João Sampaio, Avenida Menino Marcelo. A fiscalização flagrou um restaurante funcionando normalmente dentro de uma padaria. Foram fechados seis estabelecimentos, entre eles capotarias, barbearias, óticas e lojas de roupa e marcenaria. Tiveram que baixar as portas nove estabelecimentos, que funcionavam como delivery (lanchonetes, galeterias, restaurantes  e uma loja de smartphones).

O secretário-adjunto de Segurança Comunitária e Convívio Social, Dogival Ferreira, reforça a orientação para os serviços de delivery. “Eles só podem funcionar com entregas no lugar onde está o cliente. Não é permitido que o cliente vá buscar no local, pois o objetivo é diminuir a circulação de pessoas nas ruas. É preciso ficar atento a essa situação”, esclarece.

Participam da força-tarefa a Secretaria Municipal de Segurança Comunitária e Convívio Social (Semscs) – com a Fiscalização de Posturas e a Guarda Municipal; a Secretaria Municipal de saúde (SMS) – com a Vigilância Sanitária; Secretaria Municipal de Trabalho, Abastecimento e Economia Solidária (Semtabes); e Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT). A Polícia Militar de Alagoas – com o Bope – e o Corpo de Bombeiros também integram as equipes.

Como denunciar

Os números de telefones para denúncias de descumprimento dos decretos são:

– 3312- 5277 (disque-denúncia da Semscs) – das 8h às 22h, diariamente, inclusive feriados e finais de semana

– 190 (Polícia Militar)

– 181 (Secretaria de Segurança Pública)

*com Secom / Maceió