Fotos: SGT BM Paulo Soares Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

O município de Santana de Ipanema decretou situação de emergência por 90 dias devido as fortes chuvas que provocaram transbordamento do Riacho Camoxinga. De acordo com o prefeito Isnaldo Bulhões, mais de 200 famílias tiveram suas casas atingidas e o decreto possibilita a administração tomar medidas imediatas.

Com as casas atingidas, segundo a prefeitura, medidas emergenciais foram tomadas como a disponibilização de pontos de apoio para os desabrigados que são o Centro Bíblico e Universidade Estadual de Alagoas (UNEAL).

Com previsão de mais chuva no estado de Pernambuco, o que pode elevar o nível do Rio Ipanema, outras famílias tiveram que deixar as suas casas como medida de segurança.

O decreto de situação de emergência também autoriza a convocação de voluntários e a realização de campanhas de arrecadação de recursos junto à comunidade. Logo após a inundação, diversas entidades e cidadãos santanenses iniciaram as mobilizações e elas seguem por todo o estado de Alagoas.

Aqueles que desejam colaborar com as famílias podem levar os donativos ao Centro Bíblico, em Santana do Ipanema. Em Maceió, o ponto de apoio é a Associação dos Municípios Alagoanos (AMA).