Foto: Ascom / PC-AL Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Um homem de 47 anos foi preso em flagrante nesta quinta-feira (26) suspeito dos crimes de tráfico de drogas, posse irregular de arma de fogo e munição e uso de documento falso. Ele já tem antecedentes criminais por apropriação indébita e injúria. A ação foi conduzida por policiais civis da Divisão Especial de Investigação e Capturas (DEIC).

As investigações, comandadas pelo delegado Gustavo Henrique, tiveram início há cerca de 10 dias, quando os agentes do Núcleo de Inteligência (NI) da DEIC foram informados de que o suspeito, que reside na cidade de Atalaia, no interior de Alagoas, estaria com uma residência no município de Arapiraca (Agreste alagoano), servindo como depósito para materiais ilícitos. Foi indicado também que ele estaria fazendo uso de documento falso.

O delegado Gustavo Henrique disse que, diante das investigações preliminares, foi solicitado ao Poder Judiciário a expedição de mandados de busca e apreensão no imóvel onde residiria o suspeito, em Atalaia, bem como no imóvel situado em Arapiraca, sendo a medida cautelar atendida.

De acordo com informações da DEIC, ao serem cumpridos os mandados de busca e apreensão foram apreendidos na casa do investigado em Atalaia, um Registro Geral (RG) falsificado, no nome do suspeito.

“Já no imóvel de Arapiraca, aproximadamente, apreendemos um quilo de drogas entre maconha crack e cocaína, uma arma artesanal, uma munição de calibre .44, dois estojos deflagrados do mesmo calibre, além de quatros peças de uniformes da Polícia Militar de Alagoas (PMAL), sendo duas calças e duas gandolas”, afirmou o delegado.

O coordenador da DEIC disse ainda que em buscas feitas nos sistemas informatizados, à disposição da Segurança Pública, foi constatado que possivelmente o autuado possui outros documentos falsificados, o que será objeto de aprofundamento na sequência das investigações.

“Faço questão de enaltecer e destacar o empenho e a abnegação de todos os policiais civis da DEIC, que mesmo neste grave período por conta da pandemia do coronavírus têm trabalhado normalmente, cumprido seu mister em prol da segurança pública e da sociedade alagoana”, disse Gustavo Henrique.

Após as buscas, o preso e os materiais apreendidos foram levados para a sede da DEIC, em Maceió, onde o infrator foi autuado em flagrante pelo delegado José Carlos e encaminhado ao sistema prisional do Estado, onde permanecerá à disposição da Justiça.

*com Ascom / PC-AL