CadaMinuto/Arquivo Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Alfredo Gaspar de Mendonça

O ex-procurador-geral de Justiça, ex-secretário de segurança pública do estado de Alagoas e pré-candidato à Prefeitura de Maceió, Alfredo Gaspar de Mendonça, disse em entrevista concedida ao Cada Minuto que se preocupa muito com os desencontros que tem ocorrido entre diferentes esferas da administração federal e que todos devem seguir regras. 

“Me preocupo muito com os desencontros que tem ocorrido entre as esferas da administração em nível federal e acredito que estamos vivendo um momento de dar as respostas seguindo regras”, disparou Alfredo. 

 Questionado sobre como tem avaliado as ações do Governo Federal em relação à pandemia do novo coronavírus, o Covid-19, o ex-procurador destacou que os governos têm que estarem preparados para darem as respostas necessárias e de modo eficiente.

“Todos nós ficamos surpresos com a velocidade dessa pandemia, mas os governos têm que estarem preparados para darem as respostas necessárias e de modo eficiente. Infelizmente o mundo tem mostrado em vários locais que essa pandemia tem um efeito devastador e os serviços públicos não estão comportando a necessidade que a população tem apresentando diante deste problema”, enfatizou Mendonça.  

O pré-candidato ao cargo de chefe do executivo de Maceió explicou ainda que o Serviço Único de Saúde (SUS), vai ser insuficiente para abarcar a população atingida e que tudo isso requer uma união entre o poder público e o setor privado. 

“Não podemos caminhar separados neste momento. É preciso que a sociedade venha caminhar ao lado da solidariedade. Esse momento não era algo esperado, foi tudo muito repentino, todo o mundo foi pego de surpresa, mas o Brasil não pode de forma nenhuma deixar que a pandemia ultrapasse níveis e chegue a realidade italiana”, concluiu Alfredo.

*Com supervisão da editoria.