Assessoria Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Após a conclusão das duas licitações para a compra de equipamentos, técnicos da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) e da prefeitura de Santana do Ipanema, iniciaram na segunda-feira (26) levantamento para a realização de reparos necessários na estrutura elétrica e hidráulica do hospital Clodolfo Rodrigues, que será referência para todo o Sertão alagoano.

De acordo com Marta Mesquita, coordenadora de Ações Estratégicas da Sesau, a equipe tem o prazo de 90 dias para deixar a unidade pronta para funcionamento. “A abertura do hospital do Sertão é prioridade do secretário Herbert Motta. Estamos identificando quais são os locais que deverão funcionar numa primeira etapa, o quantitativo de equipamentos necessários, bem como as condições na infraestrutura”, disse.

Ela informou que o hospital deverá ser o primeiro do Estado a ser gerenciado por Organização Social de Saúde (OSS), já que Santana do Ipanema possui uma lei municipal que regulamenta a matéria. “A Sesau será responsável pela publicação de um edital de convocação, em que as organizações interessadas deverão participar do processo seletivo para escolha da OSS”.

Durante a visita, os técnicos identificaram uma infestação de cupins nas dependências internas do hospital. “Vamos providenciar orçamentos de empresas que trabalham com dedetização para iniciarmos o quanto antes um tratamento para eliminar esses cupins, que podem comprometer ainda mais a unidade”, destacou o engenheiro civil, Antônio Everaldo, coordenador de obras, manutenção e serviços da Sesau.

Segundo ele, será elaborado um cronograma com metas a serem definidas pela área técnica, visando deixar a unidade hospitalar em condições de funcionamento dentro de três meses. “O primeiro passo será um estudo das estruturas hidráulica e elétrica, que irá subsidiar a montagem dos equipamentos que se encontram no hospital e dos que estão sendo adquiridos pelo Estado”.

Para a secretária de Saúde de Santana do Ipanema, Maria Izabel Barros, o funcionamento do hospital Clodolfo Rodrigues significa a concretização de um sonho do povo sertanejo, que merece assistência à saúde de qualidade. “Essa reunião entre os técnicos é de extrema importância porque somos nós os responsáveis pela operacionalização dos serviços. Com a integração entre Estado e município, tenho certeza de que vamos avançar e colocar o hospital para funcionar”, salientou.

Participaram do encontro, o coordenador geral da Sesau, Pedro Bello; diretor e assessor técnico da diretoria de Assistência Hospitalar e de Urgência, respectivamente, Rodrigo Melo e Virgílio Vieira; o integrante do núcleo de articulação e integração com os municípios, Eudo Brasileiro e o vereador Genildo Bezerra.