Ascom Ufal Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Residência Universitária (RUA)

Estudantes da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) que moram na Residência Universitária (Rua) procuraram o CadaMinuto neste domingo (22) para denunciar que a instituição estaria determinando que os alunos residentes no interior e em outros estados deixem o local e voltem para suas cidades de origem.

A assessoria de Comunicação da Ufal, no entanto, negou a denúncia, informando que como as aulas não têm data para retornar e o calendário acadêmico está suspenso, a Reitoria ofereceu aos estudantes a possibilidade de retornar aos seus lares, colocando carro à disposição para os alunos.

Segundo a assessoria, dos 130 residentes, a maior parte deixou o local por conta própria, restando 47. Destes, apenas 10 decidiram ficar depois que a Reitoria esteve ontem (21) no local, oferecendo a estrutura para que retornassem às suas casas.

“Ninguém irá retirá-los à força. Se for necessário suspender o atendimento presencial, inclusive no Restaurante Universitário, único de todos os RUs do estado que ainda está em funcionamento, apenas para atender esses estudantes, a Reitoria verá como agir. A Ufal sugere que os estudantes retornem para suas casas, mas entende as situações excepcionais e está tentando administrar caso a caso. Ninguém ficará desamparado”, informou a Reitoria, por meio da Ascom.

Ainda conforme a assessoria, desde que assumiu, o reitor Josealdo Tonholo priorizou a estrutura da RU, inclusive determinando o restabelecimento da internet no local, que há meses estava sem funcionar.