Foto: Internet
Profissionais da saúde

Nesse cenário de pandemia do novo coronavírus, os profissionais da saúde são olhados como os heróis, os que cuidam dos doentes. A rotina desses profissionais que trabalham em unidades de saúde ganharam uma intensidade ainda maior nos últimos dias. Entretanto, quem cuida de quem cuida de nós?

Com essa rotina mais puxada e a situação em que o país vive, os profissionais da saúde cuidam dos pacientes, estão sobrecarregados e uma boa parte deles não cuidam da saúde mental. 

O blog entrevistou a psicóloga Fernanda Chianca que falou sobre a importância dos profissionais da saúde buscarem ajuda. 

Psicóloga Fernanda Chianca

Segundo explicou Chianca, neste período de pandemia é necessário tentar manter a calma e a empatia, pois, o medo, ansiedade e o pânico tem se instaurado entre a população, causando sobrecarga nos serviços de saúde.

“Isso causa sobrecarga nos serviços de saúde o que pode gerar nos profissionais que atuam na linha de frente, aflição e conseqüências psicológicas. Além do medo do contágio, ainda são eles os responsáveis pelos cuidados e recuperação das pessoas”, disse a psicóloga.

Fernanda disse que é preciso que se fique atento a quem está recebendo esses pacientes. “É preciso lembrar que assim como todos são pessoas humanas que possuem emoções e familiares também”. 

Como se cuidar?

Por causa do atual cenário, os profissionais da saúde acabam trabalhando mais do que devem. De acordo com a psicóloga, o aconselhado é que evitem ultrapassar sua jornada de trabalho que é um dos principais fatores que levam aos desgastes físicos e emocionais.

“Também é preciso saber lidar com frustrações e entender que todos temos limitações, que nem sempre as coisas estão em nosso controle. Outro sentimento comum é o de culpa, que muitas vezes acabam sendo frequentes quando sentem que não estão fazendo tudo o possível para os pacientes, por questões que não são responsáveis”, disse Fernanda.

Quais as dicas que você traz?

Fernanda disse que é importante que mesmo diante dos casos de pandemia, os profissionais não ultrapassem suas jornadas de trabalho, com a possibilidade de revezamento entre os profissionais, para que possam descansar e evitar o desgaste físico e mental.

“Tentar relaxar, nem que seja por alguns minutos ao dia e/ou quando começar a se sentir cansado; não negligenciar a sua saúde, pois eles só podem cuidar de outras pessoas se estiverem bem e buscar ajuda profissional, inclusive psicológica para aprender a lidar com o estresse, ansiedade, medo e tantas emoções e situações de suas rotinas”, indicou a psicóloga.

Atendimento Home Care

A psicóloga chamou atenção para os que trabalham com atendimento domiciliar. Com o medo, as famílias pedem a suspensão das visitas dos profissionais. 

“Mas aí tem o outro problema, de trazer complicações de quadros estáveis e gerar uma internação hospitalar e também, a falta de estabilidade financeira, pois na grande parte são autônomos e recebem por produção, o que acarreta em ansiedade não só pela doença como pela dificuldade em pagar as contas”, finalizou.

-

Se você é profissional da saúde e está lendo esse texto e sente-se sobrecarregado, estressado, cansado... busque ajuda psicólogica. Nós precisamos de vocês bem. 

-

Estou no instagram: @raissa.franca