Com Renan Filho, nosso diálogo investe,principalmente no combate ao racismo, como política de estado.

  • Arísia Barros
  • 22/02/2020 00:25
  • Raízes da África

Renan Filho é  o governador do estado de Alagoas.
Alagoas do Quilombo dos  Palmares.
Na segunda-feira,17/02 estávamos, em uma atividade  no Centro de Convenções, em Maceió.
Renan Filho era um dos anfritriões.
Nas conversas com o chefe executivo do estado  reafirmamos a política da causa ,ao tirar  da manga uma gama de argumentos,visando o convencimento estratégico para necessidade de aplicabilidade das políticas afirmativas, como política de  estado.
Renan é um bom ouvinte e contra-argumentador inteligente.
O avanço na questão anda é lento, mas vale, porque é contínuo.
Digo a Renan Filho, com as palavras cheias de pressa ancestral, que  um estado ao  investir em  nos muitos aspectos da sustentabilidade carece  de envolverno processo, toda população tutelada, dentre ela, [email protected] e [email protected] que equivale a mais de 50% da populaação alagoana.
Apesar do quilombo centenário e a resiliência da luta preta, Alagoas dos Palmares continua um tanto acéfala,  institucionalmente, das políticas estruturais e estruturantes para o combate ao racismo.
Precisamos ir além do 20 de novembro ( a consciência de novembro é pra  valer o ano todo)
Precisamos ir além de palestras que buscam despertar  consciências.
 Alagoas dos Palmares  precisa,urgentemente, acordar  para a excelência do potencial do povo preto.
Ê, Aqualtune!
Somos de campos políticos e ângulos diferentes: ele gestão , eu sociedade civil
E,nesse encontro,não marcado, no Centro de Convenções, Renan Filho se comprometeu,a partir de conversas institucionais, botar como  prática estrutural as propostas discutidas. 
Que os tambores possam ser rufados.