Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Faltam menos de 50 dias para a 4ª edição do Festival Carambola - evento que já se tornou sinônimo de lar para a produção artística local em suas mais variadas vertentes. No próximo dia 28 de março, o estacionamento do Parque Shopping, em Cruz das Almas, vai provar tudo isso ao receber um misto de música, gastronomia e intervenções criativas.

A programação oficial dos shows acaba de ser divulgada por completo - a melhor parte é que as apresentações serão divididas em dois palcos.

 A headliner da vez é a cantora Céu (SP). A banda Vibrações (AL), o músico Marinho e o grupo Tuyo (PR) também são nomes confirmados. Entre as dobradinhas, cantarão no Carambola Lucy Muritiba e Vitor Pirralho (AL), Lore B e Robson (AL) e a Orquestra Greiosa (RN) com Felipe Cordeiro (PA). Os intervalos entre os shows serão comandados pelo DJ Finizola (AL) e pela DJ Renata Corr (SP).

“O quarto ano consecutivo do festival vem ainda maior e mais completo. Nosso objetivo é fazer com que o Carambola se fixe no imaginário popular como um encontro anual de quem admira e consome a arte independente produzida no estado”, explica Lili Buarque, produtora cultural e organizadora do Festival Carambola.

Lore B se apresentará pela primeira vez no palco do Carambola. Ela, que faz parte do grupo musical A Bandinha, estreou no cenário local em carreira solo em 2019 com o álbum “Etéreo”. O trabalho figurou na lista nacional de melhores EPs do conceituado site Hits Perdidos. “Posso dizer que é uma espécie de sonho realizado porque nas edições passadas eu era público e já desejava estar no palco junto da galera que eu admirava.”

O Carambola democratiza o acesso à cultura e tem possibilitado uma visibilidade antes inexistente. "A maioria da população alagoana não conhece os artistas locais. Passam a ter algum contato quando esses cantores alcançam um determinado sucesso por aí a fora, mas raramente acompanham o processo até lá.  Então é um espaço muito bacana para artistas independentes como eu”, afirma Lore.

Já o músico Marinho pretende lançar um disco de inéditas até o dia de seu show no Carambola. Em 2019, ele lançou dois singles:  “Um Dia” e “Nova II”, ambos sucessores do seu debut álbum "Sombras", de 2017. O novo trabalho se chama "Leve Vazio".

"Para nós, músicos independentes, participar de festivais é um vetor extremamente importante de divulgação de trabalho, pela quantidade de público e variedade de gostos. Participar do Carambola é ainda mais especial, primeiro porque o festival nasceu aqui, perto da gente, em Alagoas; segundo porque sabemos do esforço e do empenho da produção para poder fomentar a cultura numa cidade tão carente de intervenções e boas intenções", diz. Ele ainda aponta a grande teia de relacionamento e coletividade que se instaura no meio do processo. "Temos uma responsabilidade de trabalharmos em prol do evento também, como participantes e como público. É tudo uma troca, mais por saber do tamanho da força de vontade de todo mundo que está nos bastidores. Isso tudo deve ser reverenciado."

ANTES DO SHOW
Na semana que antecede o grande festival, entre os dias 23 e 27, acontecerá a Semana Carambola - com oficinas, palestras e debates gratuitos ocupando o Parque Shopping Maceió. Praça de alimentação e auditório serão palco para capacitações e diálogos sobre os mais variados aspectos da música e seus desdobramentos. As inscrições gratuitas serão abertas em Março.

PÓS - SHOW: O CARAMBOLINHA
E para os pequenos, um mini festival. No domingo 29, o Festival Carambola em parceria com a Vila Materna promove estações de atividades para crianças e seus pais no intitulado Carambolinha, a versão mirim do festival. Oficinas de pintura, musicalização, feira de troca de brinquedos e atrações musicais vão encerrar com chave de ouro a programação.

INGRESSOS
Os ingressos para o Festival Carambola podem ser adquiridos online pelo www.festivalcarambola.com.br ou físicos na loja Chilli Beans dos shoppings Maceió e Parque.