Foto: Assessoria Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Projeto de Rogério Nezinho institui Programa Municipal de Prevenção ao Suicídio.

Foi aprovado na noite dessa terça-feira (11) o projeto de autoria do vereador Rogério Nezinho (MDB) que institui o Programa Municipal de Prevenção ao Suicídio. O suicídio é um ato complexo cuja causa mais comum é um transtorno mental ou psicológico que pode incluir depressão , transtorno bipolar , esquisofrenia, alcoolismo e abuso de drogas.

Ainda de acordo com o parlamentar, dificuldades financeiras ou emocionais  que também desempenham um fator significativo para a evolução do quadro que pode vir a culminar  com a retirada da própria vida. No relatório World Heath Statistics 2018, divulgado pela Organização Munidial da Saúde (OMS), aponta que o nível de consumo de álcool em 2018 foi de 6,4 litros de álcool puro por pessoa, com idade a partir dos 15 anos,

No Brasil, o consumo está cima da média, sendo de 8,9 litros, onde a estimativa é que homens consumam 13,6 litros por ano e as mulheres, 4,2 litros por ano.
 
Em sua justificativa, o vereador aponta que desde 2012 a taxa de suicídio em brasileiros de 15 a 29 anos subiu 10%, de acordo com edição  de 2010 do Mapa da Violência, feito pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Em Maceió, segundo dados da Secretaria de Segurança Pública, no período de 2015 a 2018, 146 pessoas morreram vítimas de suicídio e, em todo o estado, o número chega a 540 registros. 
“São essas as razões que nos levam apresentar este projeto de grande relevância para a preservação da vida humana”, disse o parlamentar, que recebeu o apoio de todos os vereadores presentes à sessão.

“Por conta disso, é importante que o município adote um programa com políticas públicas voltadas para a promoção da saúde mental e integral das pessoas”, acrescenta.

*com Assessoria