Foto: Assessoria Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Os atores do 4º módulo do curso de artes dramáticas da Escola Técnica de Artes da Universidade Federal de Alagoas estreiam nesta segunda-feira (10) a peça ‘Ideias Novas’, esboço incompleto e único de Graciliano Ramos, um dos maiores autores da literatura brasileira. Última montagem dos atores como alunos da ETA-Ufal, eles se dizem ansiosos pelo resultado do processo mais desafiador até aqui.

 

Letícia Costa, uma das formandas, conta que foi árduo o trabalho de criar em cima da obra de um autor tão importante, mas que todo o processo foi positivo para a sua carreira de atriz: "é incrível finalizar este ciclo com um autor da terra. Foi enriquecedor participar da criação de um roteiro que completasse a peça, mesclando linguagens diferentes de teatro". Ela explica que o espetáculo costura as discussões presentes no texto com cenas performáticas que exploram as questões levantadas pelas personagens.

 

Único registro de uma tentativa do autor de entrar no universo teatral, o que se tem de ‘Ideais Novas’ não é nada mais do que alguns rascunhos, resgatados por Thiago Mio Salla no livro ‘Garranchos’, de 2012, que reúne 81 textos inéditos de Graciliano. Nas notas de rodapé se descobre como o trabalho de investigação do pesquisador desvendou um aspecto nunca antes visto num dos mais conhecidos autores do Brasil: “Encontraram-se apenas trechos desconexos datilografados em carbono azul nos versos de manuscritos de outras obras”. Na mesma nota, ele continua: “Em correspondência de 1937, o autor de Angústia menciona a insistência de Eugênia Moreyra, para que ele escrevesse um drama ou uma comédia”. E conclui com as próprias palavras do escritor: “Como não conheço técnicas de teatro, [Eugênia] emprestou-me um livro e disse que até maio eu lhe devia entregar a peça, o que não acontecerá”.

 

Sobre a escolha do texto, Carla Antonello, diretora do espetáculo, conta que ela mesma não o conhecia, até que entrou em contato com o Livro de Thiago Mio, pouco antes de começar as atividades: “Para esta montagem havia selecionado alguns contos. Mas, no sábado anterior ao retorno das aulas, lendo o livro ‘Garranchos’, me surpreendi com a existência dessa peça. Assim que li decidi que seria a mais apropriada para nosso trabalho, devido ao contexto político que estamos vivendo e pela atualidade contida nos subtexto e textos da peça”. Ela explica que o desafio de completar uma obra inacabada exercita nos alunos o desenvolvimento de um ‘ator criador’, um dos focos do curso.

 

A trama se passa em Santana do Ipanema, cidade interiorana do sertão alagoano, e acompanha a vida de Mariana, filha de um capitão de polícia e de uma professora aposentada, numa família tradicional da cidade. Afrente de seu tempo, a menina enfrenta os preconceitos de uma sociedade retrograda e uma mãe controladora. Com um único ato, o texto ainda chama atenção para questões como censura, tortura e liberdade sexual.

 

A turma de Artes Dramáticas de 2018.1 encerra seu curso com um espetáculo original e possivelmente estão entre os primeiros do país a montar essa obra.  A ETA-Ufal, maior instituição pública de educação profissional em artes do estado, está com inscrições abertas até dia 24 de março com vagas para Canto Erudito, instrumentos musicais, Arte Dramática, Dança e Produção de Moda.

 

Serviço:

O que: Peça “Ideias Novas”

Quando: 10, 11, 12 e 13 de fevereiro, com sessão dupla às 19h e 20:30h. (Dias 11 e 12 haverá interpretação em LIBRAS)

Onde: Sala Preta do Espaço Cultural da Ufal (Praça Sinibu, R. Mal. Roberto Ferreira, 148-212 – Centro).

Entrada Franca.

Proibido para menores de 16 anos.