Foto: Reprodução / Ilustração

A inclusão social é uma das prioridades do Instituto Saúde e Cidadania. Todas as unidades geridas pelo ISAC têm pessoas com deficiência trabalhando. Em Alagoas, não é diferente e este mês há vagas abertas para PCD.

No total, são nove oportunidades, sendo quatro para a UPA Trapiche, três no Hospital Ib Gatto (Rio Largo) e duas na 
UPA Benedito Bentes. Os cargos são para as áreas administrativas e de saúde: recepcionista, maqueiro, agente de portaria, auxiliar em higienização e limpeza, copeiro, assistente social, farmacêutico, enfermeiro, técnico em enfermagem, técnico em imobilização ortopédica, auxiliar em saúde bucal, etc.

Pryscilla Melo, psicóloga do ISAC, explica que os candidatos podem deixar os currículos e os laudos com o código internacional de doença – o CID – em qualquer unidade. 

“Após isso é feita a análise curricular, a convocação para entrevista e a avaliação com médico do trabalho. Se for selecionado o candidato é contratado com carteira assinada e passa por um período de experiência de três meses", esclarece.

Os candidatos devem ter disponibilidade para contratação imediata. Aqueles que não forem convocados de imediato, vão ser inscritos no cadastro de reserva. Se a pessoa não tiver o perfil para a vaga escolhida, pode ser remanejado para outra. Isso aumenta as chances de contratação.