Foto: Cortesia
Animal recebeu afago de populares, foi resgatado e levado para uma clínica veterinária.

O suspeito que foi preso em flagrante após maltratar um pitbull nesta sexta-feira (24) foi liberado. A informação foi repassada pela Rosana Jambo, presidente da Comissão de Bem Estar Animal da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Alagoas (OAB/AL), neste sábado (25).

Segundo Rosana, a Comissão irá notificar o agressor, que não teve a identidade divulgada, nesta segunda-feira (27). “Ele deve responder também, em sede administrativa na OAB, para cobrir todos os gastos com o animal e será processado criminalmente por maus tratos como foi lavrado no Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO)”, explicou.

O animal, de acordo com Rosana, teria sido arrastado pelo dono do bairro do Tabuleiro dos Martins, nas proximidades da Polícia Rodoviária Federal de Alagoas (PRF/AL) até o bairro do Mutange, nas proximidades do Instituto de Meio Ambiente (IMA).

“O animal não aguentou por exaustão e já estava quase tendo uma parada cardíaca. As patas estavam todas feridas e o animal ensanguentado”, declarou a presidente.

Ao falar sobre a liberação do agressor, Rosana contou que “a lei ainda é muito branda. A votação do projeto ainda está no Senado e, se tiver aprovação, esses criminosos por maus tratos já vão responder de modo preventivo na cadeia”.

 

*Estagiária sob supervisão da editoria