Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Neste 25 de janeiro Alagoas lembra o nascimento do ex-deputado estadual e federal Geraldo Sampaio. Se vivo estivesse, o ‘Democrata’, como é lembrado, o homem de trajetória política vitoriosa completaria 92 anos. 

Filho de Juca Sampaio, ex-vice-governador de Alagoas, Geraldo Sampaio nasceu em Palmeira dos Índios, no Agreste de Alagoas. No Estado, criou o Partido Democrático Trabalhista (PDT) e após sua passagem pela Casa de Tavares Bastos e o Congresso Nacional, em Brasília, foi indicado conselheiro e presidente do Tribunal de Contas de Alagoas, e eleito vice-governador entre 1999 e 2002.

Na função de deputado estadual, entre seus diversos projetos, conseguiu a emancipação dos municípios de Igaci, Cacimbinhas, Estrela de Alagoas, Minador do Negrão e Belém. 

Como deputado federal foi um dos mais atuantes da época e autor da lei de repercussão nacional unificando o salário mínimo do trabalhador em todos os estados. Antigamente havia desigualdades por região. Foi por seu empenho que o Projeto de Lei do Geraldo tornou o valor do salário mínimo a ter um valor igual em todos os estados.

Em seu outro oficio, o empresário Geraldo Sampaio foi fundador do Grupo Sampaio de Rádio e Televisão, formado pelas rádios Sampaio AM e Sampaio FM, em Palmeira dos Índios, e TV Alagoas (hoje TV Ponta Verde) afiliada ao Sistema Brasileiro de Televisão (SBT), em Maceió; a Incopel e o Grupo Parque das Flores.

Geraldo Sampaio faleceu aos 82 anos, no Hospital Memorial Arthur Ramos, em Maceió, em 11 de abril de 2010.