Divulgação/arquivo
Ministério Público Estadual - MPE

Através de uma portaria publicada no Diário Oficial Eletrônico do Mistério Público Estadual (MPE), na manhã desta quarta-feira (22), a promotora de Justiça da cidade de União dos Palmares, Adilza Inácio de Freitas, abriu um procedimento preparatório com a intenção de apurar a denúncia de fraudes na expedição de diplomas de nível superior aos estudantes pelo Instituto Educacional Tecnológico e Cultural (IETC).

De acordo com a portaria, o procedimento deverá investigar supostos indícios de que o IETC faz parte da conhecida 'Máfia dos Diplomas' e que supostamente estaria ofertando cursos superiores de maneira irregular.

A portaria destaca ainda os alunos do curso de Educação Física da instituição estariam sendo os mais prejudicados.                                              

A promotora deverá ouvir estudantes que desconfiaram dos diplomas, solicitar documentos para que comprove a regularidade da instituição, fazer inspeções, requerer perícias e diligências para que os fatos sejam devidamente esclarecidos.

*Sob supervisão da editoria