Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

A equipe do Serviço de Atendimento Domiciliar (SAD) bate na porta  da residência dos aposentados Josefa Sileide da Silva e Antônio Carlos dos Santos,  no bairro Cacimbas, e é recebida com sorriso, abraço e o carinho de quem aguarda visitas especiais.  

Os gestos de afeto são uma resposta positiva a um serviço que é ofertado, gratuitamente, pela Prefeitura de Arapiraca. E leva atendimento de saúde a quem está acamado, pessoas que apresentam dificuldades temporárias ou definitivas de sair do espaço da casa para chegar até um serviço de saúde ou ainda para pessoas que estejam em situações nas quais a atenção domiciliar é a mais indicada para o seu tratamento. 

Antônio Carlos dos Santos é um dos usuários assistidos pela prefeitura. Diagnosticado com Acidente Vascular Cerebral (AVC), recebeu alta do hospital, mas continua acamado em sua residência e com  necessidade de cuidados especiais, a exemplo da utilização de sonda para se alimentar.  

A sua esposa,  Josefa Sileide, conta que desde novembro de 2019 recebe com alegria a equipe do SAD,  a cada 15 dias ou quando precisa. Além da assistência ao seu marido, ela explica que recebe todas as orientações necessárias para cuidar dele, desde o banho, alimentação, uso de medicações e procedimentos essenciais para a estabilidade e melhora no quadro clínico do paciente. 

“Eu não tinha condições de  pagar a cada 15 dias uma consulta. Considero os profissionais como uma família. Quando eles chegam, eu me  alegro, igual quando um filho chega na nossa casa. Deus abençoe o prefeito e a todos que trabalham nesse programa”, declarou a aposentada.  

Médico Gláucio Vinícius em dia de visita domiciliar

Para o médico Gláucio Vinícius, a cada visita é uma experiência única para os usuários do serviço, famílias e equipe multiprofissional. “Experiência muito gratificante para toda a equipe, que acaba se envolvendo, não somente com a patologia do paciente, a gente  acaba entrando na dinâmica familiar”, destacou. 

Equipe Multidisciplinar 

A rotina da equipe do SAD começa cedo, na sede do órgão, no bairro Cavaco. De domingo a domingo, a partir das 8h horas, os profissionais, organizados em escala, levam o serviço a todo canto da cidade, nas zonas urbana e rural do Município.

                                                                         Equipe multiprofissional do SAD em reunião de alinhamento de visitas

A agenda da equipe do Serviço de Atendimento Domiciliar é organizada para atender as necessidades e especificidades dos mais de 100 usuários cadastrados. “Cada paciente é atendido por duas equipes multiprofissionais, a  de Atenção Domiciliar (Emad), por fisioterapeuta, técnico de enfermagem, médico e enfermeiro, e a de Apoio (Emap), que conta com assistente social, fonoaudiólogo, nutricionista e psicólogo”, explicou Graciliane Farias, coordenadora Municipal da Rede de Urgência e Emergência.

Entre as necessidades apresentadas pelos usuários e  atividades frequentes da Emad estão a aspiração e limpeza de traqueostomia; trocas de bolsa de colostomia, de sonda para alimentação e também  passagem de sonda para urinar. 

O trabalho do SAD vai muito além do tratamento de saúde, a partir de um atendimento humanizado, possibilita melhor progresso no quadro clínico do paciente e atua como importante ferramenta  que proporciona um cuidado mais próximo da rotina da família, evitando hospitalizações desnecessárias e diminuindo o risco de infecções, além de estar no aconchego do lar.

Para mais informações sobre o Serviço de Atendimento Domiciliar, a população pode visitar o espaço, que fica localizado na Rua José Luís de Almeida, Cavaco, no complexo onde também funcionam o Cemfra, o Trate e a Unidade de Saúde Dr. José Fernandes. O telefone para contato é o (82) 99832-7462.