Thiago Davino - CadaMinuto
Braskem

O deputado JHC comunicou no último final de semana, através de suas redes sociais, que vai exigir da Braskem um segundo termo de acordo cobrando da mineradora explicações técnicas de não abranger 100% das áreas afetadas pelo afundamento de solo em quatro bairros de Maceió.

A Defesa Civil Municipal, já recomendou oficialmente à Braskem, em 26 de dezembro de 2019, a ampliação da área que a mineradora considera como de resguardo.

Ou seja, a cobrança de JHC chegou praticamente um mês atrasada.

E olhe que ele é o presidente da Comissão Externa de Acompanhamento dos bairros atingidos por esse tipo de desastre na capital alagoana.

Da última vez que ele tentou falar sobre a Braskem, gravando um vídeo onde atribuiu a si o acordo da empresa de mineração com a população desses bairros, acabou desmentido e publicamente pelo Ministério Público Estadual, Ministério Público Estadual, Defensoria Pública da União e Defensoria Pública do Estado de Alagoas.