Assessoria Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Era por volta de 9h30 da manhã de sábado, 18, quando diversos carros antigos e clássicos chegaram em Penedo para juntar-se a diversos outros veículos para o 3º encontro anual realizado pelo governo Marcius Beltrão/Ronaldo Lopes – por meio da Secretaria de Cultura, Lazer, Esporte e Juventude (Seclej) -, e o CAAL ( Clube do Carro Antigo de Alagoas).

Entre os proprietários, o veterano aposentado Saulo Quintela Moreira, residente na capital alagoana e seu Jipe Wilys 1951, comprado zero quilometro por seu pai. O veículo foi importado e chegou ao Brasil por navio, no período Pós Segunda Guerra Mundial, sendo retirado no Porto de Jaraguá de dentro da embarcação, ao qual se encontrava ainda no caixote.

De acordo com Saulo Quintela, o jipe é um modelo 6j3A, próprio para ser usado no campo, o que ajudou na evolução da agricultura no Brasil. Ele explica que o veículo fez parte de uma série trazida para o Brasil por meio de um convênio com os EUA, que após o fim da guerra destinou diversos modelos do jipe para o Brasil.

Sobre o Encontro de Carros Clássicos e Antigos realizado em Penedo, ele afirma que está em sua terceira participação no evento, que em sua opinião cresce a cada ano, já fazendo parte do calendário anual de encontros de veículos antigos.

Modelos clássicos e antigos

Mais de 80 veículos participaram do 3º Encontro de Clássicos e Antigos realizado em Penedo, no estacionamento da Prainha nova, área de eventos construída pela gestão Marcius Beltrao/ Ronaldo Lopes.

Entre os modelos mais raros algumas peruas DKV wagon conhecidas por “Vemaguet” fabricadas na década de 60, entre os anos de 1958 e 1967 pela fabricante Vemag, sob a licença da então montadora alemã DKV. Ao total foram produzidas 55692 unidades entre os modelos caiçara e pracinha.

Além disso, a exposição contou com veículos das décadas de 70 até a década de 90, a exemplo de Fuscas, Brasílias e veículos da linha quadrada da Volkswagen compostos por Gol, Parati, Voyage e Saveiro.

Também participaram veículos como Ford Landau, alguns das marcas Dodge e Mercedes  e também da Chevrolet, a exemplo de Opala, Chevettes de diversos modelos, além de Kadet e Monza.

Outro proprietário que esteve presente foi o empresário da vizinha cidade de Piaçabuçu Amarildo Souza, com seu ‘fusquinha 1969’, carro que possui há 10 anos. Ele afirma que comprou o veículo em péssimo estado de conservação e o restaura durante esse período.

Clubes

Entre os clubes presentes ao evento, o que mais chamou atenção pela quantidade de veículos foi o CAF- Clube Antigos do Farol, vindos diretamente de Aracaju-SE, com 22 veículos.

O presidente do clube é Carlos Mauricio Almeida, proprietário de uma Brasília, ano 1980, modelo 1981 da cor amarela. Ele avaliou de forma positiva a realização de mais uma edição do encontro de clássicos e antigos, elogiando a organização do evento e também agradecendo a parceria com o CAAL- Clube dos Carros Antigos de Alagoas.

Organização

O encontro inserido no calendário anual de eventos de Penedo é mais uma inovação do governo que fomenta a economia local através do turismo, projeto desenvolvido ao longo dos últimos oito anos no município conhecido pela riqueza de patrimônio histórico, artístico e cultural.

Para o presidente do CAAL, Bruno Albuquerque, o evento tem crescido a cada ano, sempre muito bem organizado e contando nessa edição com a presença de um número maior de veículos em impecável estado de conservação, o que atrai os amantes de carros clássicos e antigos.

O evento foi encerrado com shows musicais de DiSanti e Banda Motomúsica e o cantor David Alysson, atrações incluídas na festa pela Seclej Penedo.

Durante o evento foram arrecadadas 50 cestas básicas e posteriormente doadas para a Ong. Dom Valério Breda, Casa do Bom Samaritano.