Foto: Reprodução / Internet Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Limoeiro de Anadia

Em meio a uma crise de abastecimento de água enfrentada em todo estado de Alagoas – o que ocasionou na inclusão de 41 municípios em estado de emergência – o prefeito de Limoeiro de Anadia, Marcelo Rodrigues, tomou uma decisão: ao invés de patrocinar um show com bandas para a Festa de São Sebastião, que ocorre nestes dias 17 a 20 de janeiro, irá utilizar mais recursos da Prefeitura para solucionar as demandas de abastecimento no município e consolidar o serviço de água. 

Diante de algumas críticas ocasionais e lamentos pela falta de bandas em redes sociais, Marcelo Rodrigues rebateu: “Quem me conhece sabe que eu sempre apoiei a cultura e somos a gestão que mais realizou festas na maioria dos povoados. Mas governar é saber escolher prioridades. E no momento a prioridade é levar água pra quem mais precisa. A banda pode esperar, mas as necessidades básicas que os limoeirenses têm não podem. Mas o que mais me importa é que nossa administração está organizada, e com recursos disponíveis para garantir a solução de uma série de demandas, como é a questão da água que está abatendo mais de 40 municípios já em estado de Emergência, e estamos trabalhando muito para que não chegue em Limoeiro”, reforça.  

Segundo Rodrigues, a prioridade do Município tem sido a administração responsável dos recursos para atender aos que mais precisam, e as atividades de lazer e culturais também estão inclusas. “Nós conseguimos organizar rigorosamente os recursos, inclusive pagando dívidas de festas realizadas em gestões anteriores. Agora podemos chegar aqui e garantir uma festa de São Sebastião completa sem comprometer outras demandas básicas. E o que é melhor, já adianto aos mais festeiros que, no dia 31 de maio, durante a festa da Emancipação, contrataremos bandas e faremos um show bem bonito”. 

Quatro dias de celebrações religiosas e culturais irão marcar a tradicional festa de São Sebastião, padroeiro do município de Limoeiro de Anadia, que começa nesta sexta, 17 de janeiro, em frente a Paróquia Nossa Senhora da Conceição, localizada no centro da cidade. 

O evento, que já faz parte da história do povo limoeirense, de suas crenças e tradições, será marcado  por procissões, celebração eucarística, além de apresentações culturais que valorizam os artistas locais e a cultura da terra. Entre as atrações, estão o Guerreiro Leão do Norte, no dia 18, e o tão esperado Quilombo de Limoeiro, folguedo tradicional que ocorre já na segunda-feira, dia 20. 

A festa contará ainda, todos os dias, com apresentações de banda de pífanos, às 18h, em frente a Paróquia, além de diversão para a criançada com o parque. Na programação religiosa, a homenagem ao padroeiro começa com a Procissão do Mastro, que tem concentração às 19h desta quinta, na Paróquia. Nos dias 18 e 19 terão mais celebrações eucarísticas e, por fim, no dia 20, o evento é encerrada com mais uma procissão a São Sebastião e mais uma celebração eucarística. 

Para o prefeito Marcelo Rodrigues, a celebração ao padroeiro da cidade é uma oportunidade para que a população que é tradicionalmente devota ao santo renove suas esperanças e sua ligação com a cidade de Limoeiro. “Como prefeito, vejo nessa festa a importância de que os cidadãos congreguem sua fé com liberdade, respeitando a tradicionalidade, e também que se comprometam no dia a dia a exercer esse espírito de união e de ação para protegermos nosso município de todas as crises que o estado inteiro, e até o país, tem enfrentado”, ressaltou.