Foto: Google Wilkipédia
Heloísa Helena (REDE)

A ex-senadora, Heloísa Helena, também fez uma critica ao secretário de cultura do Governo Federal. Nas redes sociais, Heloísa disse que a frase citada pelo secretário “é uma repugnante cópia do que disse aquele que comandou a propaganda do NSDAP e possibilitou matar - perseguir, fuzilar e queimar vivos milhões de judeus, crianças, idosos, ciganos, homossexuais, negros e outros humanos não considerados por eles como raça pura”.

“O grito de imensa dor e humilhação dos que foram covardemente perseguidos e assassinados, deve estar presente em nossos corações e em nossas lutas cotidianas”, escreveu Heloísa.

“Protestar contra esses frios e malditos é nossa obrigação, ontem, hoje e sempre”, finalizou a ex-senadora.