CadaMinuto Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Economista Rômulo Sales

O Governo Federal alterou novamente o valor do salário mínimo em todo país e com isso pode ter proporcionado uma reposição das perdas do poder de compras de 2019 para os trabalhadores. Segundo o economista alagoano Rômulo Sales, no final do ano, em especial, houve um aumento considerado nos preços do gás de cozinha, combustível, energia, plano de saúde, alimentos, sobretudo a carne.

“Esses aumentos são captados pelo INPC, Índice Nacional de Preços ao Consumidor, que reflete o custo de vida do estrato populacional com renda de até 5 salários mínimos. Quem ganhava R$ 998,00 vai passar a ganhar R$ 1.045,00, exatos 4,71%, variação do INPC de 2019”, disse Sales.

O governo havia promovido um aumento de R$ 998,00 para R$ 1.039,00, mas a inflação do mês de dezembro puxou a necessidade de fazer um esse novo reajuste que passará a entrar em vigor em 1º de Fevereiro. ‘ Primeiro ano que o salario minimo supera mil reais, contudo aumento real, apenas nominal. O que vai acontecer é que no decorrer de 2020, tudo o mais continuará tendo aumento, e o salário mínimo de 1.045,00 ficará de novo defasado”, acresentou ele.

Mesmo com o aumento, o economista oriente que é necessário fazer o dever de casa. “Evitar gastos superfluos, se é que é possível ter esse tipo de gasto para o assalariado, e manter as contas sobre controle. Manter-se vigilante com as despesas”.