No mês “nacional” das férias, a capital de Alagoas terá uma programação cultural voltada para adultos e crianças que não gostam - ou não gostam apenas - de sol e praia. A Biblioteca Pública Graciliano Ramos, no Centro, por exemplo, abre suas portas para o público infantil com uma programação gratuita que incluiu tour pelo espaço, brincadeiras, contação de histórias, pinturas, espaço para piqueniques, cinemateca e até uma noite inteira no local.

Durante os dias 13 a 17 de janeiro (Semana de Férias), das 9h às 16h, as atividades serão internas e no dia 26 acontece o projeto Biblioteca na Praia.  A mesma programação será  realizada durante a ação, que acontece na rua fechada, na orla da Pajuçara.

“No dia 31, para encerrar o mês, realizaremos a Noite na Biblioteca. Nesse dia será necessária inscrição prévia, e os pais ou responsáveis deverão acompanhar seus filhos, pois receberemos todos os inscritos para passar uma noite dentro da Biblioteca, onde faremos várias atividades. Os inscritos poderão dormir lá e retornar para suas casas na manhã seguinte”, explicou Mira Dantas, coordenadora da Biblioteca Pública.

Para participar da Semana de Férias e da Noite na Biblioteca é preciso se inscrever por meio do (82) 3315-7877.

“Vale lembrar que, independente dessas ações, a Biblioteca fica aberta para todo o público, de segunda à sexta, das 9h às 17h”, completou a coordenadora, em entrevista ao CadaMinuto.

Batucada literária

A Fundação Municipal de Ação Cultural (FMAC) também preparou uma programação gratuita nos meses de janeiro e fevereiro. O palco do primeiro evento, Batucada Literária, realizado em parceria com a Universidade Federal de Alagoas (Ufal), é a Rua Sá e Albuquerque, no Jaraguá.

Nos dias 17 e 18 deste mês, uma série de apresentações culturais, entre elas folguedos, mesas de debates, palestras e feira de livros está programada. “O evento tem o intuito de valorizar o Jaraguá através de atividades que movimentam o bairro, atraindo maceioenses e turistas”, destacou a FMAC, por meio da assessoria de Comunicação.

Além da Batucada Literária, estão previstos o Xangô Rezado Alto (31 de janeiro), cujas atrações culturais ainda serão divulgadas pela Fundação, as prévias carnavalescas, entre os dias 15 e 17 de fevereiro, e o Carnaval descentralizado, em nove polos, nos dias 22, 23, 24 e 25 de fevereiro.

Prudência

Questionada pela reportagem sobre a não realização, pelo segundo ano consecutivo, do Maceió Verão, a FMAC informou que “além de demandar uma quantidade significativa de recursos próprios do Município, a realização do evento dependia, também, da captação de recursos provenientes da iniciativa privada por meio de patrocínios, mas, em virtude da intensidade da agenda cultural de fim de ano não haveria tempo hábil para a captação destes recursos”.

Por meio da assessoria, a gestão da FMAC lembrou ainda que 2020 é ano de fechamento da atual gestão “e, portanto, se faz necessário ter prudência em relação aos gastos do Município”. Também conforme o órgão, apesar da ausência do Maceió Verão no calendário cultural, a Prefeitura irá manter outros eventos de grande porte, a exemplo do Carnaval, São João e Natal dos Folguedos.