Foto: Assessoria
Luciano Barbosa e Hugo Wanderley

Educação é transformar a sala de aula “mesmo com dificuldades do ensino público independente da estrutura, material ou região onde o estudante reside. Todo mundo é educador. Quando o gestor ou secretário municipal apoia, o trabalho flui de maneira mais tranquila”. Premiado, o professor Jayse Ferreira contou – em palestra – a trajetória pessoal a partir da educação, que transformou a sua vida, desde o interior de Pernambuco. No Cidades e Gestores, nesta sexta (13), o eixo Educação apresentou histórias de vida, casos de sucesso e debates para qualificação gratuita de participantes. Previdência e Assistência Social, que apresentou práticas exitosas, foram outras áreas de atuação no período da tarde.

Cerca de 2,5 mil técnicos, servidores, secretários e estudantes estiveram presentes apenas nos primeiros dois dias de congresso e, segundo a organização, ainda há vagas abertas para as últimas áreas de atuação – como Meio Ambiente, Contábil, Segurança, Consórcio e Turismo – no Cidades e Gestores. Pela tarde, na Educação, o vice-governador Luciano Barbosa demonstrou como o programa Escola 10 mudou a realidade dos 102 municípios alagoanos. “No Estado, demos saltos significativos e um dos componentes que ajudaram Alagoas a conseguir melhorar os níveis foi o entrelaçamento de poderes” Já o professor Sidney Martins ensinou como utilizar a gestão estratégica e liderança na educação.

Na previdência, a área de atuação transformou o debate em uma grande arena para troca de experiências com a mediação do Presidente da Associação das Previdências Próprias (APPEAL), João Gomes do Regô, para explorar os aspectos fundamentais da reforma na questão de investimentos e desafios da gestão pública. O consultor da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Antônio Mario Rates, mostrou a diferença do RGPS e RPPS nas suas vantagens e desvantagens, como também a nova resolução da CNM para investimentos e auxílio doença. Por fim, o auditor do TCE-PE, Dácio Rijo Rossiter Filho, demonstrou as novas práticas de gestão previdenciária.

Convidado pela Associação dos Municípios Alagoanos (AMA), o ministro Humberto Martins discutiu – em palestra magna – sobre “Justiça e Democracia” no eixo de Direito Eleitoral. “Quando nós falamos de magistratura tem dois compromissos que não podem faltar: com a lei a constituição”, falou em discurso. O presidente da AMA, Hugo Wanderley, recepcionou a autoridade, acompanhou a palestra e apresentou cada detalhe da feira dos municípios. “Esse é um momento único para levar qualificação e trazer um intercâmbio de ideias com os participantes no Cidades e Gestores”, conta.

O “Cidades e Gestores” tem patrocínio: Sebrae, SESI/SENAI, Governo de Alagoas, ADM&TEC, Equatorial, Caixa – Governo Federal, Unit e Fecomércio. Apoio institucional: OAB /ESA, Onu Habitat, Tribunal de Justiça. TCE-AL, CGU, MPE-AL, TCU, Receita Federal, Embrapa, MPF, Ideia, EJE, IPZ (Instituto Paulo Ziulkoski), Cigip, Conisul, Undime, Cosems, Coegemas, Faeal/Senar, Uveal, Ferraz – Eventos e Treinamentos, Muvi, Smart City, Santa Clara.