Foto: Assessoria
Presidente do Sindpol, Ricardo Nazário

Após assembleia realizada na tarde desta quarta-feira, dia 11, na sede do Sindicato dos Policiais Civis de Alagoas (Sindpol)  a categoria decidiu aceitar a proposta do Governo do Estado e cancelou a possibilidade de deflagrar greve no Natal e no Ano Novo, como havia sido anunciado.

Segundo o presidente do sindicato, Ricardo Nazário a Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio (Seplag) “deu como proposta sentar na segunda quinzena de janeiro pra tratar dos itens da pauta dos policiais civis e a categoria aceitou”.

Os policiais cobram o reajuste do piso salarial uma vez que os delegados obtiveram 29% de reajuste neste ano, e nada foi concedido aos agentes e escrivães que já acumulam perdas salariais de 16%.

A categoria defende também a compensação financeira devido ao aumento da carga horária de 30 para 40 horas, a verba de vestimenta, a periculosidade, a unificação de carreiras pela base com a nomenclatura Oficial Policial Civil (OPC), o Serviço Policial Voluntário (SPV), a revisão do Plano de Cargos Carreiras e Subsídios da Parte Permanente, entre outros pontos.