Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

            A trajetória política de Rogério Auto Teófilo iniciou-se nas eleições de 1988, quando foi candidato pelo PFL a vice-prefeito na chapa de Severino Lúcio na cidade de Arapiraca. A chapa Severino/Rogério não obteve êxito naquele pleito.

         Nas eleições de 1990 Rogério Teófilo (PFL) foi candidato a deputado estadual obtendo uma votação de 7.050 votos e não obteve êxito naquela eleição. Teófilo (PFL) nas eleições municipais de 1992 em Arapiraca foi candidato a prefeito tendo como vice Júnior Leão. A chapa Rogério/Leão ficou em 2º lugar com 14.091 votos (32,80%). Eraldo Magalhães (PDS) ficou em 3º lugar com 11.759 votos (27,38%) e em 1º lugar foi Severino Leão (PL) com 17.102 votos (39,83%).

         Depois de três eleições consecutivas sem lograr êxito, finalmente Rogério Teófilo (PFL) foi eleito deputado estadual nas eleições de 1994 com uma votação de 10.598 votos, ficando em 22º lugar das vinte e sete vagas em disputa. Rogério ocupou o cargo de Secretário de Educação entre 1996 e 1998, nas gestões de Divaldo Suruagy e Manoel Gomes de Barros.

         Nas eleições de 1998, Rogério Teófilo(PFL) foi eleito mais uma vez deputado estadual com 20.296 votos, ficando em 3º lugar das vinte e sete vagas em disputa. Em 1999, Teófilo ocupou a vice-presidência do PFL regional, função que exerceria até 2001.

         Rogério Teófilo (PFL), nas eleições de 2002, alçou voos mais altos e foi eleito deputado federal com 64.899 votos, ficando em 4º lugar das nove vagas em disputa. Teófilo em 2003 filiou-se ao PPS e nas eleições de 2006 foi candidato à reeleição para deputado federal obtendo uma votação de 57.651 votos, não logrando êxito naquele pleito. Rogério deixou a Câmara Federal em janeiro de 2007, ao final da legislatura.

         Nas eleições municipais de 2008 em Arapiraca, Rogério foi candidato a vice-prefeito na chapa de Luciano Barbosa (PMDB). A chapa Luciano/Rogério foi vitoriosa naquele pleito com uma votação de 81.144 votos (40,55%). Em 2009, Teófilo foi empossado Secretário de Educação no governo de Teotônio Vilela Filho.

         Rogério Teófilo (PSDB), nas eleições de 2012 em Arapiraca, foi candidato mais uma vez a prefeito, tendo o empresário Ricardo Barreto como vice. A chapa Rogério/Ricardo ficou em 2º lugar com 40.363 votos (40,55%), Alves Correia (PT do B) em 3º lugar com 13.051 votos (13,11%) e em primeiro lugar Célia Rocha (PTB) com 46.117 votos (46,33%).

         Nas eleições estaduais de 2014, Rogério Teófilo (PSDB), mais uma vez é candidato a deputado federal obtendo 47.097 votos, não logrando êxito naquele pleito, ficando como primeiro suplente da sua coligação.

  A eleição municipal de 2016 em Arapiraca foi uma das mais surpreendentes dos últimos anos em Alagoas no quesito resultado. Os três principais concorrentes ao pleito foram Ricardo Nezinho (PMDB), Tarcizo Freire (PP) e Rogério Teófilo (PSDB). Nezinho conseguiu formar uma ampla frente de apoio, reunindo no mesmo palanque a Prefeita Célia Rocha (PTB), o governador Renan Filho (PMDB), o vice-governador Luciano Barbosa (PMDB), o Presidente do Congresso Nacional Renan Calheiros (PMDB), todos os ex-prefeitos, os principais empresários locais e a maioria dos 17 vereadores eleitos. O candidato Freire não conseguiu ter uma base de apoio significativa, tendo no senador Benedito de Lira e no deputado federal Arthur Lira como seus principais aliados. Teófilo também não teve uma grande base de apoio, seu principal aliado foi o deputado estadual Severino Pessoa (PRB), tendo este indicado a sua esposa Fabiana Pessoa (PRB) para vice.

     As duas pesquisas realizadas pelo Instituto Paraná, registradas junto ao TRE/AL nos dias 20/8/2016 e 15/9/2016, apontavam o candidato Ricardo Nezinho com ampla vantagem em relação aos seus dois principais concorrentes, Tarcizo e Rogério. A primeira pesquisa foi publicada no dia 26/8/2016 na qual Nezinho aparece com 36,2%, Freire com 25,6% e Teófilo com 18,7%. A segunda foi publicada no dia 21/9/2016 em que os números foram praticamente iguais a primeira pesquisa, Nezinho 36%, Freire 25,9% e Teófilo com 20,1%. Um fato  importante a ser destacado foi o elevado número de  eleitores indecisos,  aproximadamente 30%; tendo sido uma variável  importante que poderia mudar o resultado na reta final da eleição.

     Vale ressaltar que a eleição em Arapiraca é de turno único, pois o eleitorado não atinge o mínimo de 200.000 eleitores. Faltando onze dias para o pleito era praticamente certa a vitória de Ricardo Nezinho em razão dos números que apresentavam as pesquisas. No dia 2 de outubro aconteceu o pleito e para surpresa do meio político, Rogério Teófilo (PSDB) foi eleito com uma votação de 40.389 votos (40,13%) e o segundo foi Ricardo Nezinho (PMDB) obtendo uma votação de 40.130 votos (38,04%). A diferença a favor de Teófilo foi de 259 votos (2,09%). Apesar da ampla base de apoio que tinha o candidato Nezinho, alguns fatores ajudaram   na sua derrota, entre eles  o fato de ter sido o candidato de maior rejeição nas pesquisas; pela autoria do projeto Escola Livre,  o qual foi bastante rejeitado no meio acadêmico;  o baixo desempenho nos debates e principalmente por ter tido  o apoio da prefeita Célia Rocha, cuja gestão estava muito desgastada.

         Rogério Teófilo nas eleições de 2020 deverá ser candidato à reeleição da prefeitura de Arapiraca.