Foto: Pâmela de Oliveira Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Crime aconteceu no dia 29 de novembro, no Centro de Maceió.

O filho do morador de rua Cristiano Henrique Santana da Silva, 35 anos, morto à pedradas na última sexta-feira (29), se apresentou à polícia nesta segunda-feira (2) e confessou ter assassinado o pai. O crime aconteceu em frente a um edifício empresarial no Centro de Maceió.

Segundo informações policiais, o adolescente de 15 anos, procurou a delegacia acompanhado por representantes de uma associação que realiza trabalhos voltados para a população em situação de rua. O menor confessou ter matado o pai e alegou que sofria violência constante por parte da vítima.

Ainda de acordo com a polícia, Cristiano Henrique, na noite do crime, Cristiano dormia em frente a um prédio que abriga salas empresariais quando foi surpreendido pelo filho. O adolescente usou uma pedra para matar o pai, com diversos golpes na cabeça.

Testemunhas confirmaram a delegada responsável pelo caso, Rosimeire Vieira, que o adolescente que apanhava muito do pai. O caso será encaminhado para a Vara da Infância, que decidirá se o menor deve ser levado, ou não, para uma unidade de internação.

Pai e filho suspeitos de assassinato

Cristiano Henrique e o filho foram detidos, em setembro deste ano, suspeitos de assassinar um homem identificado como Rubinaldo Pereira Alves, 42 anos. A vitima também morava na rua e foi morta com pauladas na cabeça, na Praça Sinimbu, em Maceió.

Na época, Cristiano foi preso e o adolescente foi apreendido. Eles foram levados para a delegacia onde prestaram depoimentos. A motivação do crime teria sido um desentendimento entre Rubinaldo e os agressores, que frequentavam e dormiam em um abrigo mantido pela igreja católica.