Servidores encontram rato morto em pães enviados ao sistema prisional em Maceió

Maria Maia*|

Na manhã deste sábado, dia 23, um rato foi encontrado, por servidores da penitenciária, em cima de pães, que foram enviados ao Sistema Prisional do Estado. A denúncia do descaso foi realizada pelo vice-presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários de Alagoas (Sindapen), Klayton Anderson.

O vice-presidente do sindicato, conta que os pães que são servidos para os presos são os mesmos que são disponibilizados para os servidores.

“No presídio é que se retira a quantidade de um e de outro. Os pães são feitos na noite anterior e dorme na padaria, somente pela manhã é que é feita a distribuição para os presídios”, justifica.

Segundo Klayton, inúmeros casos de imundices e nojeiras já foram relatados. Ele ainda aponta que a situação é insustentável e que o servidor não pode comer da alimentação que cedida pelo Estado.

“Reiteradas vezes mostramos imundices e nojeiras como a dessa vez, onde um rato morto amanheceu entre os pães e que foram entregues agora pela manhã deste sábado aos servidores de um presídio da capital”, esclarece o vice-presidente do Sindicato.

Anderson reitera que espera que o Estado possa cumprir o acordo que foi realizado no inicio do ano. “Que se inicie o pagamento do auxílio alimentação para que o próprio servidor compre sua alimentação”, disse ele.

“Não admitiremos mais ser tratados como lixo. Pois trabalhamos com excelência e entregamos ao governo o melhor sistema penitenciário do país, mesmo diante de tantas dificuldades como exemplo o baixo efetivo”, declarou Klayton Anderson.

Conforme o sindicato, a entrega dos pães foram suspensas e os presos irão comer bolachas.  

Em nota, a Secretaria da Ressocialização e Inclusão Social (Seris) declarou que o caso está sendo apurado e que, por medida preventiva, o setor de nutrição do órgão suspendeu a distribuição dos alimentos e os substituiu por biscoitos.

Ademais, a Seris esclarece que a instituição visa cumprir rigorosamente todos os procedimentos necessários de higienização, manipulação e conservação dos alimentos fornecidos no sistema prisional alagoano, reforçando, dessa forma, seu compromisso com a saúde de servidores e custodiados.

Confira a nota na íntegra:

"A Secretaria da Ressocialização e Inclusão Social (Seris) informa já apurar de que forma um roedor fora encontrado, na manhã deste sábado (23), entre os pães que seriam distribuídos a reeducandos do Presídio Masculino Cyridião Durval e Silva, em Maceió. 

A suspeita é a de que o animal, que se encontrava morto, tenha acessado o recipiente usado na distribuição do alimento durante o procedimento de contagem dos pães, antes do transporte destes à referida unidade prisional.

Como medida preventiva, o setor de nutrição da secretaria suspendeu a distribuição de todos os pães, substituindo-os por biscoitos, de modo que nenhum reeducando deixou de fazer sua refeição matinal.

Outrossim, a Seris esclarece cumprir rigorosamente todos os procedimentos necessários de higienização, manipulação e conservação dos alimentos fornecidos no sistema prisional alagoano, reforçando, dessa forma, seu compromisso com a saúde de servidores e custodiados".

 

*Estagiária sob supervisão da editoria

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados