Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Ele traz o legado de dialogar com universos díspares,e com tenacidade agrega entornos e vai celebrando gentes e  os lugares por onde passou.
Quando o conheci,como secretário de estado da educação, estava eu, na caminhada primeira, gestando caminhos identitários a frente do Núcleo Temático Identidade Negra na Escola, na SEE, e ele trouxe  a essência do apoio, reinterpretando e ressignificando lugares antes tão áridos politicamente.
Observando pelas brechas do tempo, como um #tbt vale afirmar que Fábio Farias foi um parceiro valioso na ruptura de uma série de barreiras quando da nossa construção da educação antiracista nas escolas estaduais, na SEE.
Tempos imemoriais.
Com suas histórias cheias de profundezas,em muitos momentos deixou as intransigências alheias de calças curtas ,construindo pontes sobre hiatos, com novas e outras linguagens.
Conhecer e conviver com Fábio Farias, quando gestor da Secretaria de Estado da Educação foi uma experiência ímpar e ,quando  esse companheiro de aventuras, agora Secretário de Estado do Gabinete Civil  é  agraciado com a  Comenda da Ordem do Mérito Ministro Silvério Fernandes de Araújo Jorge , no grau Grã-Cruz,pelo  Tribunal Regional do Trabalho da 19ª Região (TRT/AL), nesse 14 de novembro é tempo de aplaudir  e reafirmar que a honraria é fruto de todas as conquistas do homem público.
Merecidamente.
 Parabéns, Fábio Luiz Araújo Lopes Farias.