Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Partido pode vir a ser comandado pela ex-prefeita Célia Rocha 

O Partido Social liberal (PSL) está sem comando no diretório de Arapiraca, após a saída do líder maior da agremiação partidária o presidente da República jair Bolsonaro. O primeiro a divulgar em um site de notícias sobre a saída do partido foi o presidente do diretório de Arapiraca agente da polícia Civil, Abelardo Silva. 
O presidente, informou na terça-feira (12), em uma rede social, que decidiu deixar o PSL e criar um novo partido, chamado Aliança pelo Brasil. Bolsonaro publicou a mensagem após ter se reunido, no Palácio do Planalto, com parlamentares filiados ao PSL. A saída de Bolsonaro ocorre após uma série de desentendimentos entre ele e o presidente do PSL, Luciano Bivar.
Em Arapiraca partido deve ter novos rumos 
Em Arapiraca, os atuais filiados ao PSL devem migrar para o novo partido. O presidente do diretório do partido em Arapiraca, Abelardo Silva, que confirmou a situação. “Nosso Partido é Bolsonaro, vamos trabalhar incansavelmente para recolher as assinaturas e tornar realidade o Partido da Aliança Pelo Brasil. Assim que o partido de Bolsonaro estiver devidamente registrado, a tendência é que todos os pré-candidatos do PSL de Arapiraca migrem para o APB,” destacou o dirigente partidário.
Mas se o presidente Jair Bolsonaro não conseguir registrar o novo partido até março de 2020, como ficará a situação?. Segundo Abelardo Silva, “nesse caso, quem pretende concorrer às eleições municipais infelizmente terá que se filiar a outro partido para poder concorrer.Mas estamos otimistas e vamos trabalhar para que esse projeto ambicioso de Bolsonaro dê certo em tempo hábil,” concluiu.
Em Maceió PSL ficou sem comando 
O pedido de saída da presidência do Diretório do PSL em Maceió, foi oficializado, na manhã desta segunda-feira (18), pelo deputado estadual Cabo Bebeto (PSL) pode ser o "começo do fim" para o partido em Alagoas. Fiel ao presidente Jair Bolsonaro, que vai criar a Aliança Nacional Conservadora após uma série de problemas internos na antiga sigla, a saída de Bebeto começa a abrir um racha na legenda aqui no Estado. 
Ele era o único com mandato que foi eleito nas eleições de 2018. Em um post no seu perfil do Instagram, Bebeto agradeceu a direção do partido, mas, principalmente, aos 31.573 eleitores que o elegeram como deputado estadual. Ele disse que todos conhecem sua "admiração política" com o presidente, limitando-se a dizer que é de conhecimento público o seu alinhamento com Bolsonaro. 
Em Arapiraca PSL pode ser comandado por Célia Rocha
No segundo colégio eleitoral do Estado, a ex-prefeita Célia Rocha atualmente filiada ao PTC, poderá vir a ser a presidente estadual ou municipal do PSL. A ex-prefeita que já comandou o PSL em 2016 quando estava a frente da Prefeitura de Arapiraca. O PSL, mesmo sem o comando do presidente Bolsonaro, continua um partido forte em nível nacional  com 53 representantes na Camara dos Deputados além, de um genoroso fundo partidário.