© iStock Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Navegadores

O navegador Chrome do Google é considerado o mais rápido para navegar na Internet e a empresa que detém a marca está a pensar elevar o nível de exigência. Sim, a organização pretende rotular os sites mais lentos.

De acordo com a gigante tecnológica, citada pelo britânico Metro, a Internet "pode fazer melhor" e acredita que um sistema de rotulagem é o melhor caminho a seguir.

A ideia é que o site seja, de certa forma, 'envergonhado' e rotulado com indicação de que não tem um funcionamento otimizado, incentivando os criadores a desenvolver melhores páginas.

Sites mal construídos ou que usam práticas antigas podem afetar a velocidade de carregamento da página, independentemente da conexão de banda larga do utilizador.

Para levar o projeto adiante, a tecnológica pondera analisar quanto tempo os sites levam até que os conteúdos sejam carregados. "Mais adiante, podemos expandir essa informação para incluir a identificação de quando uma página será lenta para um utilizador com base no dispositivo e nas condições de rede", afirmou a empresa.

"Estamos muito atentos à nossa abordagem para definir o padrão para o que é considerado uma boa experiência do utilizador e esperamos encontrar algo que seja praticamente possível de ser alcançado por todos os especialistas". A Google apela a que os web designers não esperem para otimizar os sites, oferecendo ainda recursos para ajudar a melhorar as velocidades de carregamento.