Foto: Reprodução Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Renan Filho

O governador Renan Filho participa da missão internacional à Europa articulada pelo Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável do Nordeste (Consórcio Nordeste). A missão junto com os demais governadores da região tem início nesta segunda-feira (18) com agenda na França, Itália e Alemanha.

Os governadores nordestinos buscam atrair investimentos para as áreas integradoras da região, como sustentabilidade, infraestrutura, turismo, saúde, segurança pública, saneamento e energias limpas. A passagem pela Europa é uma das primeiras articulações internacionais feitas pelo Consórcio Nordeste.

“Não adianta a gente vender só as coisas de Alagoas porque o mercado alagoano, sozinho, é muito pequeno diante da Europa, mas o mercado do Nordeste representa quase 30% do mercado nacional, então projetos que integram Alagoas e os demais estados da região são fundamentais para serem dialogados em escala maior do que isoladamente”, ponderou Renan Filho.

Nos três países, os governadores vão apresentar o funcionamento do Consórcio e um mapa de oportunidades da região, inclusive com a perspectiva de abertura de parcerias público-privadas (PPP). A comitiva participa de eventos com empresários e tem reuniões com setores econômicos e governamentais em Paris, nos dias 18 e 19, em Roma, no dia 20, e em Berlim, nos dias 21 e 22.

Entre os destaques, estão previstos encontros com o grupo francês Engie, que atua na geração de energia, e a norueguesa Golar, empresa de transporte de gás natural liquefeito. Há ainda a possibilidade de ampliação de parcerias com entidades financiadoras, a exemplo da Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD) e do Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (Fida), que já investem em projetos de sustentabilidade, agricultura e combate à pobreza no Nordeste.

“A missão dos governadores à Europa é fundamental para abrir a agenda dos parlamentos europeus, dos governos de lá, sobretudo num momento em que o Brasil precisa se afirmar no comércio internacional”, considerou Renan Filho.  

Além dele, participam da missão internacional o presidente do Consórcio Nordeste, o governador Rui Costa (Bahia), e os governadores Camilo Santana (Ceará), João Azevêdo (Paraíba), Paulo Câmara (Pernambuco), Wellington Dias (Piauí), Fátima Bezerra (Rio Grande do Norte) e Belivaldo Chagas (Sergipe), assim como o vice-governador Carlos Brandão (Maranhão).

Com 57,1 milhões de habitantes, o Nordeste é responsável por 14,3% do PIB do Brasil. A economia da região é baseada nos setores de comércio e serviços, indústria e agropecuária. Um dos objetivos da criação do Consórcio Nordeste é promover o desenvolvimento social e econômico sustentável da região.

O Consórcio

O Consórcio Nordeste é instrumento político-jurídico no intuito de consolidar uma série de ações estratégicas cooperativas entre os Estados da região, vinculadas às áreas do Desenvolvimento Econômico; Infraestrutura; Ciência, Tecnologia e Inovação; Desenvolvimento Social; Segurança Pública e Administração Penitenciária; Meio Ambiente; Gestão Pública; Articulação Política, Jurídica e institucional; e Comunicação.