Foto: Ilustração Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Pesquisa mostra que brancos ganham 47% a mais que negros em Maceió

Uma pesquisa de desigualdades sociais por cor ou raça no Brasil foi divulgada nesta quinta-feira (14), pelo Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE), e os dados mostram uma contraposição entre o salário recebido por brancos e negros, em Maceió. 

De acordo com a pesquisa divulgada pelo órgão, o salário recebido por pessoas da cor branca é 47% maior daquele que é pago a pessoas negras. 

Segundo o IBGE, no estado de Alagoas, brancos recebem, em média, 14% a mais que pretos ou pardos. Ainda segundo pesquisa, pessoas brancas recebem em média, R$ 2.815 por mês trabalhado e pessoas negras chegam a receber apenas R$ 1.497.

A pesquisa mostra ainda que aumentou de maneira considerável o número de pretos ou pardos inseridos abaixo da linha da pobreza no estado. Além disso o IBGE mostra ainda que a desocupação atinge 17,8% da população negra em Alagoas. 

O estudo feito pelo IBGE mostrou ainda que Alagoas é o sexto estado do Brasil com o menor percentual de negros em toda a sua população.

*Estagiário sob a supervisão da editoria