Foto: Reprodução TV Pajuçara Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true José Roberto Morais

A Polícia Civil divulgou que após a aparição de José Roberto diversas denúncias têm chegado ao conhecimento da comissão de delegados do ’caso Danilo’ sobre crimes praticados por ele. O mais recente foi que ele já respondia a um processo criminal por agressão contra sua ex-companheira.

O crime ocorreu em 2014 e as agressões iniciaram depois de um longo período do relacionamento. A vítima relatou para Polícia, que no início do relacionamento Roberto tinha comportamento normal, mas depois de alguns meses, ele começou a xingá-la com palavras de baixo calão e tempos depois começou a agredi-la fisicamente. 

Numa das agressões José Roberto deu um soco na boca da ex-mulher e outros socos no braço da vítima. Na época, o filho da vítima chegou a acionar a polícia militar para prender José Roberto em flagrante, mas ele acabou fugindo.

A mulher ainda chegou a fazer exame de corpo de delito comprovando as lesões, no entanto, no dia marcado para audiência José Roberto não compareceu e o processo acabou sendo arquivado. Na época desse relacionamento não havia crianças na residência.

Segundo o delegado Fábio Costa, todas as denúncias estão sendo cuidadosamente analisadas e pela segunda vez é confirmada. A primeira diz respeito a um caso ocorrido em Arapiraca cujas vitimas são uma ex-companheira e sua filha, na época, com apenas 10 anos de idade. As vítimas relataram que sofreram tentativa de homicídio, lesão corporal, estupro de vulnerável, sequestro e cárcere privado.  O local para a prática dos abusos seria uma oficina de bicicletas de propriedade de José Roberto.

Sobre o caso Danilo a polícia civil confirma que está avançando numa linha de investigação, mas não irá revelar detalhes nesse momento.