Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

O senador Rodrigo Cunha emplacou na Lei Orçamentária Anual (LOA) uma emenda para a criação, no âmbito da Polícia Civil, de divisões especializadas no combate à corrupção e lavagem de dinheiro em Alagoas. 
O investimento de R$ 600 mil é fruto de uma emenda em parceria do senador com a deputada federal Tereza Nelma. Os recursos servirão para equipar a delegacia com programas e máquinas especializadas. Com esse aporte, Alagoas terá a primeira delegacia especializada no combate à corrupção.

Para o delegado Fabrício Nascimento, a criação dessas divisões era algo almejado há muito tempo pela polícia alagoana. 

“Em Alagoas não temos delegacia especializada, ficando atualmente a cargo da Decotap, que acumula os crimes de ordem tributária e demais crimes contra a administração pública em todo o Estado. O que a tornou uma delegacia sobrecarregada, não tendo material humano e ferramentas que possam aprofundar as investigações no combate a corrupção”, argumentou o delegado.

O delegado pontua que a corrupção é um crime complexo, que demanda tempo e pessoal treinado. Nesse sentido, a chegada de uma delegacia especializada dará mais eficiência e agilidade na elucidação desses crimes e na punição dos culpados.

“A corrupção é um dos males mais prejudiciais à sociedade brasileira, pois tem o poder de privar as pessoas de seus sonhos e de uma vida melhor. Fico feliz em contribuir com a chegada de uma delegacia especializada em combater esse crime tão danoso em nosso estado”, afirmou o senador Rodrigo.