Foto: Reprodução / Redes Sociais - Restaurante Janga Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Restaurantes instaladas na capital alagoana estão preocupados com a recomendação repassados à população e aos turistas sobre o consumo de frutos do mar devido ao óleo que atingiu as praias do Nordeste.

Alguns restaurantes se pronunciaram a respeito dos alimentos servidos em seus respectivos estabelecimentos, e garantiram a qualidade da procedência da comida servida aos seus clientes.

O primeiro deles foi o Restaurante Anamá, localizado no bairro de Ponta Verde, que por meio de uma nota em suas redes sociais, informou aos frequentadores que não há razões para se preocuparem, visto que os alimentos “são fornecidos por grandes frigoríficos de excelente qualidade”, e antes de chegar ao Buffet, “é passado por uma análise com profissionais competentes”.

Quem também se prontificou a tranquilizar os clientes por meio de comunicado em seus canais de comunicação foi o Restaurante Janga, informando que antes dos pescados chegarem ao local, é realizada uma “avaliação de qualidade rigorosa”, realizada juntamente por uma equipe de nutricionistas, garantindo a segurança de seus produtos.

Situação

O Ministério da Defesa concedeu na última segunda-feira (04) entrevista coletiva a fim de esclarecer as medidas que estão sendo tomadas para a remoção das manchas de óleo que estão se espalhando no Litoral do Nordeste brasileiro. Estiveram presentes na entrevista o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, e representantes da Marinha do Brasil, Polícia Federal, além do Ibama e do ICMBio.

Foi informado por meio das autoridades presentes que o surgimento das manchas está diminuindo, mas que ainda é difícil afirmar o quanto de óleo pode chegar às praias.

*estagiário sob a supervisão da editoria