Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Um espaço utilizado para descarte irregular de lixo foi transformado em uma área de convivência para moradores do bairro Santa Lúcia, parte alta de Maceió. É a Praça Gastão Florêncio Miranda, que foi construída ao lado da Avenida Manoel Afonso de Melo, e conta com equipamentos de esporte e lazer. O prefeito Rui Palmeira entregou a novidade na noite dessa terça-feira (05) com a participação da comunidade.

O gestor conferiu a praça de perto e já presenciou grande ocupação dos moradores no local. “É uma entrega muito importante, porque é uma região carente de áreas de lazer e convivência. Aqui era uma área abandonada com muito lixo e agora a gente vê uma praça com parquinho sustentável, academia, pista para o pessoal fazer caminhada e área de convivência. Então é um equipamento muito bacana para a comunidade da Santa Lúcia e a gente espera que a população zele e cuide, porque pertence a cada morador”, disse Rui Palmeira.

Além da praça, a Prefeitura realizou outras obras e segue com outros trabalhos no bairro, como lembrou o vice-prefeito Marcelo Palmeira: “É muito bom inaugurar espaços públicos como esse. A Prefeitura tem atuado com força na Santa Lúcia com a entrega da Avenida Manoel Afonso, diversas ruas transversais pavimentadas, reforma em escola, a nova unidade de Saúde Sérgio Quintella e agora o espaço de lazer que contempla essa região que é muito grande. E muitas obras de pavimentação ainda vão acontecer com o programa Nova Maceió”.

Os moradores contam agora com Parque Infantil Sustentável em espaço de areia, equipamentos de madeira de eucalipto para atividades físicas, mesas, bancos, serviços de jardinagem e arborização, além de iluminação em LED. “Utilizamos o mesmo material usado na parte baixa da cidade através das adoções dos espaços públicos e agora, com equipe própria, estamos entregando um belo espaço para reunir a família, as crianças vão brincar e os adolescentes praticarão atividades esportivas. É muito importante quando os moradores ocupam todas as partes da cidade, principalmente as nossas praças”, pontuou o superintendente de Desenvolvimento Sustentável, Gustavo Acioli Torres.

Gabriel Ferreira da Silva, 11 anos, estava entre a turma que já aproveitou a praça no dia da inauguração. Para ele, a transformação do espaço significa diversão e alegria. “Achei bom tudo isso, porque antes não tinha nada. A gente vinha e não dava nem para jogar bola, porque machucava o pé. Agora tem balanço, escorregador e venho todos os dias para brincar com os amigos e a minha família. Agora sim podemos jogar bola”, detalhou o estudante.

Logo após a janta, a faxineira Betânia Santos da Silva foi curtir o espaço e sentou em um dos bancos para conversar com as vizinhas, enquanto observava a filha brincar na parque. Ela mora há 20 anos no Santa Lúcia e descreve que a mudança faz a diferença na rotina dos moradores. “Antes eu passava por aqui e só tinha mato, mas agora está tudo bonito. Agora tem um espaço para a criança brincar, o jovem namorar e os mais velhos vão sair de casa também para conversar aqui”, falou a moradora enquanto saboreava pipoca feita na hora.

Betânia também elogiou a iluminação do local. Esse serviço foi realizado pela Superintendência Municipal de Energia e Iluminação Pública (Sima). “A gente veio colocar iluminação em LED, assim como estamos colocando em várias partes da cidade. É um prazer muito grande promover o lazer e a qualidade de vida dos moradores da Santa Lúcia. Além da qualidade da iluminação, a lâmpada de LED significa economia, porque tem um custo bem mais baixo de consumo de energia”, disse o superintendente Tácio Melo.

Homenagem

A praça recebeu o nome de Gastão Florêncio Miranda, uma liderança religiosa que teve grande influência no bairro Santa Lúcia por contribuir com o desenvolvimento e ajudar moradores da região. Ele faleceu há 5 meses, mas o legado foi lembrado pela viúva Eluza Prazeres Miranda. “A gente não esperava, mas a homenagem com certeza é um agradecimento ao trabalho do Gastão, que foi muito engajado no Movimento Familiar Cristão, ECC, Terço dos Homens e ajudou muito a comunidade”, relatou Eluza, que estava ao lado de filhos e netos.