Agência Senado/Arquivo Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Renan Calheiros

O senador Renan Calheiros foi intimado a prestar depoimento à Polícia Federal em uma nova operação Lava Jato, deflagrada nesta terça-feira (05). Os agentes estão cumprindo diversos mandados de  busca e apreensão e de sequestro de bens autorizados pelo ministro Luiz Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal.

Além de Calheiros, também foram citados como alvos da operação o senador Eduardo Braga (MDB-AM) e o ministro Vital do Rêgo, do Tribunal de Contas da União (TCU).

Em Brasília, a PF informou que não irá divulgar mais informações sobre a operação, no entanto o gabinete do senador Renan Calheiros confirmou que ele foi intimado.

Por meio de nota, o gabinete afirmou que Calheiros não é alvo da operação e que não houve busca e apreensão nas dependências do Congresso Nacional. “Entregaram uma simples intimação para prestar esclarecimentos. Nada mais que isso”, afirma nota da defesa do senador.

A operação mira autoridades com foro privilegiado em razão de uma investigação em curso perante o STF.

*Com informações da Veja.com.