Foto: Paulo Chancey Junior Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Protesto dos taxistas contra o Uber

Diversos taxistas que atuam na cidade de Maceió realizam na manhã desta terça-feira (05), uma carreata em forma de protesto ao longo das avenidas Fernandes Lima e Durval de Góes Monteiro e cobram que os motoristas de aplicativos e as plataformas se regularizem junto ao município.

De acordo com o representante dos manifestantes, Ubiraci Correia, a categoria segue ocupando apenas uma faixa das vias até a sede do Ministério Público Estadual (MPE), no bairro do Poço, onde devem serem recebidos pelo procurador-geral de justiça, Alfredo Gaspar de Mendonça.

Ubiraci afirmou que município já publicou a regulamentação dos motoristas de aplicativos, mas até agora nem as plataformas nem muito menos os condutores realizaram os cadastros na Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito.

“Nossa reivindicação é apenas que os motoristas dessas plataformas também venha até a SMTT, se cadastrem, paguem suas taxas e cumpram com as obrigações que o município exige, assim como os taxistas cumprem", destacou Ubiraci.

Segundo o superintendente municipal de transporte e trânsito, Antônio Moura, as plataformas responsáveis pelos aplicativos não procuraram o município para realizarem a regulamentação. “É importante ressaltar que não somos contra ninguém, mas reafirmo que as plataformas devem ser regulamentadas, pois os motoristas que trabalham para estas plataformas cobraram direitos e agora devem cumprir com os seus deveres".

Ainda segundo Antônio Moura, as plataformas não têm concordado com as regulamentações impostas pelo município e tem buscando recorrer judicialmente destas decisões. “Isso tem acontecido em todo Brasil, mas estamos atuado junto com a procuradoria do município e iremos buscar resolver o mais breve toda essa situação”, finalizou.

Equipes da SMTT acompanham a manifestação que segue sentindo Tabuleiro/Poço e já deixa o trânsito lento ao longo das principais vias de Maceió. 

*Estagiário sob a supervisão da editoria