Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Nos dias 19 e 20 de novembro, cerca de 2.500 profissionais da contabilidade de Alagoas estarão aptos para eleger os novos conselheiros do Conselho Regional de Contabilidade (CRC/AL).  O processo eleitoral será disputado por uma única chapa. 

De acordo com o Decreto-Lei n.º 1.040/1969, os conselheiros são eleitos pelos profissionais de suas jurisdições, em votação direta, secreta e obrigatória, que ocorrem a cada dois anos, renovando-se, alternadamente, um terço e dois terços dos plenários dos Conselhos. O mandato é de quatro anos.

De acordo com o contabilista e integrante da Chapa 01, Antônio Lamenha Júnior, para poder votar, os profissionais da contabilidade precisam estar em situação regular no CRC de sua jurisdição até o próximo dia 8 de novembro. Ele também frisa que os profissionais receberão pelos Correios uma carta contendo a senha que os habilita a votar. É importante que este código seja modificado antes das eleições.

“Neste mês, teremos mais uma eleição, para o nosso CRC regional. É uma ótima oportunidade para que a classe contábil escolha os seus representantes, pois, serão eles que irão compor o quadro de representantes, do maior órgão da categoria. As propostas de campanha são muito relevantes, bem como, o histórico de cada candidato, são itens que compõe o elenco necessário para que haja um excelente pleito”, destacou.

Assim como ocorre desde 2009, a escolha dos novos conselheiros dos CRCs é realizada por meio de um site específico – www.eleicaocrc.org.br. Este ano, o sistema de votação pela internet permanecerá disponível, de acordo com o horário oficial de Brasília (DF), das 8 horas do dia 19 de novembro até as 18 horas do dia 20 de novembro.

Lamenha Júnior ressalta ainda que o contador ou técnico em contabilidade que deixar de votar e não justificar a ausência será penalizado com multa de 20%, correspondente ao valor da anuidade do técnico em contabilidade em vigor no exercício da realização da eleição. 

Propostas

A Chapa 01 tem quatro eixos de propostas para a categoria em Alagoas. Por meio da educação continuada, quer promover a capacitação para contabilistas nos segmentos da iniciativa privada e pública (atualizações de conhecimento), bem como no aspecto educacional através do fomento de especializações e mestrados no Estado de Alagoas.

A chapa também defende parcerias para melhorar a atividade da classe, fortalecer as prerrogativas do contador, observando se o código de ética da categoria está sendo cumprido, além de defender o fomento do controle social, dialogando com órgãos fiscalizadores e de controle para incentivar a transparência dos registros dos atos e fatos mediante os mecanismos disponíveis, como portais da transparência.