Foto: Ascom/ALE/Arquivo
Bruno Toledo

“O governador Renan Filho deveria decretar emergência devido ao desastre ambiental em Alagoas?”. 90% dos internautas que responderam a enquete, divulgada ontem (22) no Instagram do deputado estadual Bruno Toledo (PROS), responderam que sim.

Ao Blog, Toledo disse considerar extremamente equivocada a decisão do Executivo de não decretar emergência no estado. “Na verdade é um estelionato que se pratica com os possíveis turistas... Já pensou se querem esconder que algumas praias estão sendo acometidas pelo problema e o turista chega aqui com a família e se depara com uma situação como essa?”, questionou, lembrando que, se o objetivo for realmente “esconder” o desastre ambiental, será algo muito difícil, devido à repercussão nacional do caso.

Em contraponto, o parlamentar citou o caso da Prefeitura de Coruripe, onde, segundo ele, o gestor agiu “com muito mais responsabilidade e seriedade com os turistas que pretendem conhecer o município, que também tem vocação turística”: “Isso é muito mais respeitoso e mostra seriedade e compromisso com a resolutividade do problema, ao invés de tentar esconder o problema”.

Presidente da Comissão de Meio Ambiente da Assembleia Legislativa, o deputado Davi Maia (DEM) também tem insistido na decretação de emergência, para que Alagoas tenha acesso a recursos federais do Fundo Nacional de Meio Ambiente e do Fundo Nacional da Defesa Civil.

Já o governador entende que, no momento não é conveniente decretar emergência, pois mais de 90% das praias não foram afetadas e, nos locais onde as manchas surgiram, o óleo já está sendo recolhido.