Luzemir Carneiros Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Prefeito Adriano em uma das escolas reformadas

O site JGnotícia destacou nesta sexta-feira, que a Prefeitura de Joaquim Gomes é uma das poucas do Estado       que abocanhou  os recursos dos precatórios  do extinto Fundef, hoje Fundeb. Pois o valor de 18 milhões que foi depositado há um ano e quatro meses, condicionou ao prefeito Adriano Barros a investir exclusivamente com melhorias na Educação municipal, onde já foram torrados 2 milhões em obras de reformas em parte das escolas públicas.

Adriano Barros diz que assumiu uma gestão com as escolas destruídas e em condições precárias para seu funcionamento. E foi a partir desse segundo semestre, segundo o site, que as obras de reformas das escolas da zona urbana e rural entraram em cena. “Foram  cinco escolas beneficiadas até agora e o prefeito disse que fez uma aplicação do recurso e de forma transparente, contrariando as velhas práticas de gestores irresponsáveis do município, cujo  valor dos juros gerou R$ 1,4 milhão de reais, ou seja, um montante que era de R$ 18 milhões, passou a ser de R$ 19,4 milhões.

Como forma de conformar os professores da rede pública que até hoje sonham em participar do bolo financeiro dos precatórios, Adriano Barros se ampara numa orientação do MPF/AL, visto que até um TAC teria sido assinado, e que determinação consiste para que o município use o precatório exclusivamente em  investimentos na Educação .