Foto: Cortesia Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

O Instituto de Medicina Legal Estácio de Lima enviou uma nota esclarecendo “que devido ao estado de carbonização do corpo oriundo de um acidente de trânsito ocorrido na madrugada desta sexta-feira (18), na Via Expressa, no bairro da Serraria, em Maceió, não será possível a realização do exame de necropapiloscopia para identificação da vítima”.

Ainda segundo o IML, o próximo passo será tentar identificá-lo por meio da arcada dentária, mas para isso, caberá por parte da família apresentar documentação ortodôntica da suposta vítima para a realização do exame.

Caso, não seja apresentado essa documentação, a identificação se dará por meio de exame de DNA no Laboratório de Genética Forense do Instituto de Criminalística de Alagoas.

*com Assessoria