Foto: TV Pajuçara - Reprodução Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

A mãe e do padrasto do pequeno Danilo Almeida, 7 anos, que foi sequestrado e morto no último sábado, no bairro do Clima Bom, prestaram depoimento na Delegacia de Homicídios durante a madrugada desta quarta-feira (16), sob a suspeita de ter envolvimento no crime.

 A Polícia Civil ainda não confirmou, mas a suspeita é que os dois tenham participação no crime, que chocou os moradores da região. O padrasto José Roberto confirmou que esteve na delegacia de homicídios, mas nega que tenha participação no crime.

Leia mais: Após depoimento, mãe e padrasto de criança morta acusam polícia de agressão e procuram OAB

Em entrevista à rádio Gazeta, a mãe da criança, Darcinéia Almeida Campos, relatou que foi forçada pelos policiais a confessar o envolvimento no crime, inclusive que sofreu agressões físicas e psicológicas dentro da delegacia.

Os dois foram abordados pelos policiais em sua residência, no início da noite. De acordo com Darcinéia, os policiais disseram que estariam levando eles para uma consulta psicológica, mas foram levados para a DHPP.

José Roberto afirmou que a família não tem envolvimento algum no crime e que todos estão muito mais abalados com o que ocorreu durante o depoimento.

A reportagem do CadaMinuto tenta contato com o delegado responsável pelas investigações.