Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Seis irmãos com idades entre 16 e 25 anos foram liberados de cárcere privado nove anos após serem trancados em um porão no estado de Drenthe, na Holanda. Eles estavam esperando o fim do mundo. O caso foi descoberto após o mais velho conseguir fugir e entrar em um café-bar local. Os irmãos eram mantidos presos por um homem que agora tem 58 anos.

"Ele estava bem confuso. Pediu cinco cervejas e bebeu todas elas. Aí começamos a conversar e ele disse que tinha fugido e precisava de ajuda", afirmou o dono do café, Chris Westerbeek, em entrevista ao canal holandês RTV . Ainda segundo Westerbeek, o homem de barba e cabelos longos teria contado que tinha irmãos e irmãs e queria dar um fim à maneira como eles estavam vivendo.

O dono do café então chamou a polícia, que encontrou a entrada para o esconderijo atrás de uma estante na sala de estar de uma fazenda em Ruinerwold , no leste do país. O homem que em um primeiro momento acreditou-se ser o pai dos jovens foi preso.

Não se sabe exatamente há quanto tempo eles estavam sendo mantidos em cativeiro ou como chegaram lá. Segundo a mídia local, alguns dos irmãos acreditavam que eles eram as únicas pessoas vivendo na Terra.

Eles não tinham nenhum tipo de contato com o mundo exterior e viviam do que plantavam na fazenda e do leite fornecido por uma cabra. Um vizinho disse à RTV que acreditava que o homem mais velho vivia lá sozinho.