Foto: CM/Arquivo Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Viatura Delegacia de Homicídios

A polícia suspeita que uma vingança pode ser o motivo do assassinato do menino de 7 anos encontrado morto, com golpes de arma branca, no bairro do Clima Bom, em Maceió, na madrugada deste sábado (11).

A Delegacia de Homicídios já iniciou as investigações e, segundo o delegado Ronilson Medeiros, o menino saiu de casa, acompanhado do irmão gêmeo, por volta das 13h, para levar um talher na oficina do padrasto, perto da casa em que morava.

 Durante o trajeto, conforme relatos coletados nas investigações, os meninos foram abordados por uma mulher que tinha o cabelo verde e que levou a criança. O irmão da vítima, voltou para casa e contou o corrido para a família, que registrou Boletim de Ocorrência na Polícia Civil e passou a procurar o menor.

Ainda segundo delegado, por volta da 0h30, um morador da região, que estava chegando do trabalho, encontrou o corpo do menino em um beco, conhecido como “Beco da Malil”.

A criança tinha perfurações de arma branca nas regiões do pescoço e cabeça. No entanto, segundo a polícia, o corpo estava limpo e sem marcas de sangue. “Ou deram banho na criança ou limparam. Não tinha marcas de sangue, mas fizeram questão de deixar o corpo em um local de fácil acesso", disse o delegado.

Apesar de suspeitar que o crime pode ter sido motivado por vingança, a polícia não descarta outras linhas de investigações e já começou a ouvir os familiares.

A família afirma que não ter suspeitos e que não existe motivo para acreditar em vingança. Nenhuma testemunha ouvida, até o momento, disse conhecer alguém com as características apontadas pelo irmão da vítima.

A polícia vai solicitar imagens de câmeras de segurança instaladas próximo de onde o corpo foi encontrado, pois moradores relataram que teriam visto um carro trafegando no local.

 

 

*Estagiária sob supervisão da editoria