Acervo/ Internet Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Rio São Francisco

Após o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis em Alagoas (Ibama /AL) e Marinha terem confirmado, nesta quarta-feira (9), que as manchas de óleo que poluem praias alagoanas e demais estados do Nordeste chegaram à Foz do Rio São Francisco, no município de Piaçabuçu,  barreiras de contenção serão colocadas na região para conter o avanço do material.

 

O Governo de Alagoas, por meio da Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) e do Instituto do Meio Ambiente de Alagoas (IMA/AL) receberam o apoio da Transpetro, que irá ceder essas barreiras, para que possam ser encaminhadas a região afetada.

 

Serão usadas barreiras de absorção, que absorvem o material encontrado, e barreiras que fazem a contenção deste material, não deixando que eles possam avançar. Na terça-feira (8), membros da Semarh, do IMA/AL, do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Renováveis (Ibama) e Marinha, realizaram um sobrevoo na região, onde não contataram a presença do material na foz do rio.

 

O trabalho de fiscalização e acompanhamento no litoral seguirá sendo feito, junto, somado a trabalhos de educação ambiental e treinamento para os municípios, para que possam realizar as ações devidas, em caso de aparição de novas manchas.

 

*Com informações da assessoria